Legis Easy

Cinco vereadores são presos em operação do MP por suspeita de corrupção

A Polícia Militar prendeu vereadores e empresários por suspeita de envolvimento em crime de lavagem de dinheiro.

Cinco vereadores são presos em operação do MP por suspeita de corrupção

Vereadores chegam na cadeia de Mogi das Cruzes para cumprir prisão preventiva — Foto: Natan Lira/ G1

Publicado em 4 de setembro de 2020 - 19:04

Por

A Polícia Militar prendeu durante a manhã desta sexta-feira (04) cinco vereadores de Mogi das Cruzes e três empresários por suspeita de envolvimento em corrupção.

A investigação aponta que os empresários compravam apoio para aprovar leis encomendadas por eles. A polícia ainda busca por um sexto vereador, dois empresários e um funcionário da Câmara.

A operação nomeada de “Legis Easy” faz parte de uma investigação da Promotoria do Patrimônio Público e envolve, ao todo, 12 mandatos de prisão, sendo que oito forma cumpridos durante esta manhã.

Os vereadores presos inicialmente são Carlos Evaristo da Silva (PSB), Diego de Amorim Martins (MDB) – o Diegão, Francisco Moacir Bezarra (PSB), Jean Lopes (PL) e Mauro Araújo (MDB).

Também foram presos, segundo a promotoria, Carlos César Claudino de Araújo, empresário e irmão de Mauro Araújo, que seria o operador financeiro do esquema. E também os empresários Joel Leonel Zeferino e Willian Casanova, do ramo da construção civil, sendo que o último também é funcionário da Câmara.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com