Eleições 2020

Pesquisa aponta João Campos como o pré-candidato na frente em todos os cenários das eleições

O levantamento ouviu 806 pessoas entre os dias 26 e 27 de agosto.

Uma recente pesquisa realizada pelo Instituto DataVox em parceria com o Blog Edmar Lyra, apontou o nome de João Campos (PSB) como o prefeiturável na frente em todos os cenários nas eleições municipais do Recife.

Na espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados, João Campos (PSB) aparece em primeiro lugar com 9,3% das intenções de voto. Em segundo lugar, aparece o pré-candidato Daniel Coelho (Cidadania) com 6, 5%, Marília Arraes (PT) com 5,7%, Mendonça Filho (DEM) com 3%, Geraldo Julio, que não é candidato, com 2,6%, Delegada Patrícia Domingos (Podemos) com 2,4%, Marco Aurélio (PRTB) com 1,4%, Túlio Gadêlha (PDT) aparece com 0,7%, João Paulo (PCdoB) e Isabela de Roldão (PDT) com 0,4% cada, Jarbas Vasconcelos (MDB) e Coronel Alberto Feitosa (PSC) com 0,2% cada.

No cenário 1, já com os pré-candidatos, o nome de João Campos, surge na liderança com 19,4%. Nesse cenário, Marília Arraes aparece na segunda posição com 15,9%, Daniel Coelho (Cidadania) em terceiro com 13,8%, Mendonça Filho (DEM) em quarto lugar com 11,5%, Delegada Patrícia Domingos (Podemos) em quinto lugar com 4,7%, Túlio Gadêlha (PDT) em sexto com 2,7%, Marco Aurélio (PRTB) em sétimo com 2,2%, Isabella de Roldão (PDT) em oitavo com 1,2%, Coronel Alberto Feitosa (PSC) em nono com 1% e Charbel Maroun (Novo) em décimo com 0,5%.  Indecisos são 14,6% e Branco/Nulo 12,5%.

No segundo cenário em que são excluídos Túlio Gadêlha, Isabella de Roldão e Coronel Alberto Feitosa da pesquisa, João Campos permanece na liderança com 20% das intenções de voto, seguido de Marília Arraes com 17,2%, em terceiro Daniel Coelho com 13,8%, em quarto Mendonça Filho com 12%, em quinto Delegada Patrícia Domingos com 4,2%, em sexto Marco Aurélio com 2,6%, em sétimo Charbel Maroun com 0,5%, Indecisos somam 16,3%, Branco/Nulo 13,4%.

No cenário 3, o mais apertado, com apenas cinco candidatos, João Campos é novamente o nome que lidera as intenção das voto. Com 19,7%, o socialista supera Marília Arraes com 17,1%, Daniel Coelho tem 14,3%, Mendonça Filho 11,9% e Delegada Patrícia Domingos 5%. Indecisos 18,5%, Branco/Nulo 13,5%.

O levantamento ouviu 806 pessoas entre os dias 26 e 27 de agosto, tem registro de número 06428/2020, margem de erro de 3,5% para mais ou para menos e um intervalo de confiança de 95%.

Rejeição

A rejeição dos candidatos, quando se pergunta se não votaria no candidato, Mendonça Filho aparece na pesquisa em primeiro lugar com 12,7%, seguido de João Campos com 12,5%, Charbel Maroun 7,6% em terceiro, Marília Arraes em quarto com 4,7%, Coronel Alberto Feitosa, Túlio Gadêlha e Isabella de Roldão com 4% cada um, seguidos de Daniel Coelho com 3,5%, Marco Aurélio com 3,4%, Delegada Patrícia Domingos 2,5%. Votaria em todos 14,4%, Não votaria em nenhum 11,4%, Não sabe/Não respondeu 15,4%.

A pesquisa também avaliou as gestões do prefeito Geraldo Julio, do governador Paulo Câmara e do presidente Jair Bolsonaro.

Quando questionados se aprovam ou desaprovam a forma como Geraldo Julio vem administrando o Recife, o prefeito tem 58,1% de aprovação e 33,3% de desaprovação, e 8,6% não opinaram. Em relação ao governador Paulo Câmara, 53,7% aprovam a sua maneira de governar, 38,6% desaprovam e 7,7% não opinaram. Por fim, o presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 46,9% dos entrevistados, desaprovado por 47% e 6,1% não opinaram.

PSB: Convenção para oficializar candidatura de João Campos é definida

A convenção partidária para oficializar a candidatura de João Campos à Prefeitura do Recife deverá ser realizada no dia 15 de setembro, conforme foi definido pelo PSB. Em razão da pandemia, alguns partidos decidiram por fazer a convenção de forma remota, por meio de plataforma online. A coordenação do PSB, no entanto, ainda não estabeleceu como será a oficialização.

João Campos já tem o apoio do MDBPROSAvante, PSD, PV e Republicanos. Diante da confirmação da data da convenção, o partido socialista agora busca formar mais alianças para compor a Frente Popular.

Uma possibilidade seria o apoio do Rede Sustentabilidade, que não vai lançar candidatura própria e por isso, vem conversando com outros pré-candidatos, como Marília Arraes (PT) e Túlio Gadêlha (PDT).

O PDT, inclusive mesmo tendo a pré-candidatura de Gadêlha e da ex-secretária de Habitação do Recife, Isabella de Roudão, está no impasse entre lançar uma candidatura própria ou fazer parte da Frente Popular apoiando João Campos nas eleições.

Outro partido que vem sendo sondado pelo PSB é o PCdoB, que possui representação na vice-governadoria e na vice-prefeitura das gestões estadual e municipal do PSB.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com