Crítica

Daniel Coelho afirma que oposição não tem intenção em derrotar PT/PSB nas eleições

Parlamentar criticou a oposição: "existem apenas projetos pessoais, que buscam recall para fazer eleição de deputado".

O pré-candidato a prefeito do Recife e deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), falou nas redes sociais, sobre a postura da oposição frente ao PSB e PT nas eleições municipais. Para ele, não existe intenção de derrotar os partidos, mas sim, “apenas projetos pessoais”. Parlamentar não especificou quais seriam esses projetos.

“Está muito claro que não há intenção de derrotar o PSB/PT nas oposições de Pernambuco. Existem apenas projetos pessoais, que buscam recall para fazer eleição de deputado. Entre se unir e ganhar, estão preferindo cada um disputar individualmente, sabendo que assim, todos perderão”, escreveu.

A crítica foi direcionada ao demais concorrentes da direita, Patrícia Domingos (Podemos), Mendonça Filho (DEM), Carlos Andrade Lima (PSL), Alberto Feitosa (PSC) e Marco Aurélio (PRTB).

Na publicação, um seguidor indagou Daniel Coelho sobre ele sair candidato às eleições. O político respondeu que quer disputar e que

“Hoje estamos na frente em todas pesquisas dos demais da oposição. O natural é disputar e é isso que busco. Mas, disputar pra construir com vitória do PSB/PT, não é o quero. Decidiremos até o dia 16”, lembrou.

“Estamos juntos com ele”, declara presidente nacional do Cidadania em apoio a Daniel Coelho

Roberto Freire, presidente nacional do Cidadania, declarou que está do lado do pré-candidato Daniel Coelho na disputa eleitoral do Recife. Segundo a Folha de Pernambuco, o ex-ministro afirmou que tem o apoio da legenda para qualquer decisão que resolver tomar.

“Nós acompanhamos o que ele decidir. Ele tem todo o nosso apoio. O que ele decidir, estamos junto com ele. Só posso dizer isso”, ressaltou.

O presidente nacional do Cidadania também descartou qualquer possibilidade de o partido se aliar ao governo federal. “Não queremos ligacão com esse retrocesso”.

Nota de Daniel Coelho

Faço oposição a PT e PSB desde 2004, quando´me iniciei na vida pública. Mesmo nos momentos em que poucos estavam na oposição, nunca me alinhei ou fiz conchavos, de forma a ajudar esse grupo a permanecer no poder.

Fiquei muito feliz quando diversos quadros que até pouco tempo eram aliados da atual gestão decidiram ir para a oposição. Nesse contexto, construímos uma pré-candidatura sem impor soluções e sempre buscando a unidade da oposição.

Lamento profundamente que hoje tenhamos um quadro fracionado, com as candidaturas de Patrícia Domingos, Carlos Andrade, Mendonça Filho e Alberto Feitosa. É tudo o que não queríamos.

Desta maneira, diante desse contexto, o Cidadania decidiu que ao longo da semana realizará um debate interno para definir que caminho irá tomar no que se refere à disputa para a Prefeitura do Recife.

Deputado Federal Daniel Coelho – Presidente do Cidadania-PE

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com