Recife

Prefeitura do Recife inicia recuperação dos bancos de concreto da orla de Boa Viagem

Com investimentos de R$ 2,1 milhões, iniciativa começou a tomar corpo desde 2019 com a decisão de criar equipamentos mais resistentes aos processos de deterioração.

Prefeitura do Recife inicia recuperação dos bancos de concreto da orla de Boa Viagem

Orla de Boa Viagem no Recife/ Foto: Divulgação

Publicado em 2 de setembro de 2020 - 11:27

Por

Um dos principais cartões postais da cidade, a orla de Boa Viagem está passando por intervenções promovidas pela Prefeitura do Recife para substituir os bancos de concreto que compõem o calçadão da praia, oferecendo assim maior conforto e segurança aos usuários.

O projeto de requalificação dos 60 quiosques da orla de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. De acordo com a gestão, a prefeitura não terá custos com as obras, pois serão feitas em parceria com uma empresa privada escolhida pela Associação dos Barraqueiros de Coco do Recife (ABCR).

O serviço teve início nesta segunda-feira (31) com a demolição do primeiro trecho para a implantação dos novos bancos. As obras estão a cargo da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) e receberão investimentos R$ 2,1 milhões.

A obra completa se estende por mais de sete quilômetros e foi dividida em oito trechos, com previsão de conclusão em fevereiro do próximo ano.

Os bancos estão sendo fabricados de acordo as regras Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para assegurar maior durabilidade de concreto em meios considerados agressivos como o da orla, pois apresentam alta salinidade, incidência de chuvas e intensidade alta de sol.

O tipo de estrutura será mantida com três formatos de assento: bancos vazados, bancos instalados sobre muros de arrimo e ainda trechos com chapim (peça de concreto colocada sobre os muros de arrimo para proteção da estrutura).

Piso e ciclovia também recebem reparos

Em obras desde junho, o calçadão de Boa Viagem e a Ciclovia já estão com 40% das intervenções realizadas. A manutenção visa recuperar trechos onde o pavimento precisa de reparos, caixas de drenagem ao longo do calçadão, assim como trechos do piso da ciclovia e trocas de meio fio danificados ao longo do equipamento para ciclistas.

Com investimentos da ordem de R$ 700 mil, as intervenções foram iniciadas na divisa com Jaboatão dos Guararapes e já chegaram à altura do Castelinho. A previsão de término da intervenção é em meados de outubro.

Abaixo segue o cronograma da obra da recuperação dos bancos separado por trechos:

Trecho 1 – compreende a área entre os quilômetros 0 e 1 da orla de Boa Viagem, da Avenida Engenheiro Antônio de Góes até a Rua do Atlântico. Teve as obras iniciadas nesta segunda-feira (31) com a demolição da antiga estrutura para implantação de 133 unidades dos novos bancos, além de 700 unidades de chapim (tem a função de preservar a parede abaixo dele). Previsão término – 11/10;

Trecho 2 – compreende a área entre os quilômetros 1 e 2 da orla, indo da Rua Tomé Gibson até a Rua França Pereira. As obras serão realizadas entre os dias 05/10 e 08/11 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 131 unidades de novos bancos, além de 703 unidades de chapim;

Trecho 3 – compreende a área entre os quilômetros 2 e 3 da orla, na altura do 3° Jardim, passando pela Rua Henrique Capitulino até a Rua Padre Bernardino Pessoa. As obras serão realizadas entre os dias 02/11 e 06/12 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 140 unidades de novos bancos, além de 680 unidades de chapim;

Trecho 4 – compreende a área entre os quilômetros 3 e 4 da orla de Boa Viagem, da Rua Padre Bernardino Pessoa até a Rua Bruno Veloso. As obras serão realizadas entre os dias 30/11 e 03/01/21 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 151 unidades dos novos bancos, além de 640 unidades de chapim;

Trecho 5 – compreende a área entre os quilômetros 4 e 5 da orla, indo da Rua Ribeiro de Brito até a Rua Coronel Sérgio Cardim. As obras serão realizadas entre os dias 31/08 e 01/11 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 279 unidades dos novos bancos, além de 280 unidades de chapim;

Trecho 6 – compreende a área entre os quilômetros 5 e 6 da orla, da Rua Barão de Souza Leão até a Rua Engenheiro Zael Diógenes. As obras serão realizadas entre os dias 26/10 e 03/01/21 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 309 unidades dos novos bancos, além de 240 unidades de chapim;

Trecho 7 – compreende a área entre os quilômetros 6 e 7 da orla, na altura do Parque Dona Lindu, indo até a Rua Baltazar Passos. As obras serão realizadas entre os dias 28/01/21 e 14/02/21 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 159 unidades dos novos bancos, além de 640 unidades de chapim; e

Trecho 8 – compreende a área entre os quilômetros 7 e 8 da orla, da Rua Padre Leandro Camelo até o limite com o município de Jaboatão os Guararapes, passando pela Avenida Armindo Moura. As obras serão realizadas entre os dias 28/01/21 e 28/02/21 e contarão com a demolição da antiga estrutura para implantação de 43 unidades dos novos bancos, além do reaproveitamento de unidade do modelo antigo.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com