Pedido

MPF reforça acusações contra Witzel e defende afastamento do governador

O plenário da Corte Especial do STF julga hoje a decisão do STJ sobre o afastamento do político.

Em memorial enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pede a manutenção do afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e reforça as acusações do chefe executivo.

No documento, Lindôra Araújo diz que há elementos “robustos” que  que “comprovam o grave risco a instrução criminal” e que, afastamento de Witzel do cargo é necessário para assegurar a ordem pública, a instrução criminal e a aplicação da lei. O plenário da Corte Especial do STF julga nesta quarta-feira (2), a decisão do ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Benedito Gonçalves que determinou o afastamento imediato do político. 

Wilson Wizel é suspeito de corrupção e lavagem de dinheiro na área da saúde do Rio. Na última sexta-feira (28), ele foi afastado do governo do Estado. No documento, Lindôra aponta as supostas irregularidades os quais constam na denúncia.  “Inclusive dinheiro entrando diretamente na conta do governador e da primeira-dama, fazendo com que tenha Wilson José Witzel, no exercício do cargo, incorrido em 25 crimes de corrupção passiva majorada e 25 delitos de lavagem de dinheiro”.

“Reconhecendo a urgência do caso, haja vista a instalação de uma organização criminosa na cúpula do Poder Executivo do estado do Rio de Janeiro e que está (ou estava …) em franca atividade, desviando dinheiro público da saúde em plena pandemia da Covid-19, (Benedito Gonçalves) de forma célere determinou o afastamento do governador do estado, submetendo sua decisão a referendo da Corte Especial de maneira extremamente breve, em cinco dias”, escreveu Lindôra.

“Ora, está comprovado, de forma incontestável, que o denunciado Wilson José Witzel auxiliou diretamente na fraude documental, deixando patente que, a permanecer no cargo público, poderá facilmente produzir novos documentos, forjar provas e frustrar a instrução criminal”, completou.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com