Denúncia

Ministro do TCU Vital do Rêgo é denunciado pela Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro

Denúncia foi aceita pela Justiça Federal nesta segunda-feira (31). O ministro teve R$ 4 milhões em bens bloqueados.

Ministro do TCU Vital do Rêgo é denunciado pela Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro

O ministro do TCU Vital do Rêgo foi senador eleito pelo MDB na Paraíba/ Foto: Pedro França/Agência Senado

Publicado em 31 de agosto de 2020 - 15:17

Por

Em um processo ligado à operação Lava Jato, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo foi denunciado na Justiça Federal do Paraná, nesta segunda-feira (31).

O ministro foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), em 25 de agosto, por corrupção e lavagem de dinheiro. A denúncia ocorreu no mesmo dia em foi deflagrada a 73ª fase da Lava Jato.

Segundo a força-tarefa, Vital do Rêgo é suspeito de recebimento de propina enquanto era senador e presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) e da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apuravam crimes investigados pela Lava Jato e praticados por agentes públicos e privados causando prejuízos para a Petrobras.

A Justiça Federal também aceitou a denúncia contra outras nove pessoas, entre executivos da OAS e intermediadores, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Denúncia

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o ministro do TCU recebeu R$ 3 milhões de Leo Pinheiro, então presidente da OAS, para que os executivos da empreiteira não fossem convocados para depor na CPMI e na CPI do Senado, em 2014.

De acordo com o MPF, a CPI no Senado teve 11 reuniões e ouviu 16 pessoas, e a CPMI teve 26 reuniões e 12 depoimentos. O MPF também investiga a doação, na mesma época, de R$ 1 milhão feita pela empreiteira ao PMDB.

Ainda segundo o MPF, as propinas foram pagas por meio de repasses a intermediários e empresas sediadas na Paraíba, por meio de contratos fictícios fechados entre a OAS e estas empresas.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com