Depoimento

Deputada Flordelis ofereceu a própria filha ‘sexualmente’ a pastores evangélicos, relata testemunha

Em depoimento, testemunha afirmou que a parlamentar e o marido promoviam noitadas em "casas de swing". 

Uma testemunha afirmou à Polícia Civil que a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), apontada como mandante da morte do esposo, teria oferecido sexualmente uma das filhas afetivas do casal, a pastores evangélicos.

“(A testemunha) lembra que em determinada época (os familiares) receberam a visita de pastores pentecostais estrangeiros. (…) O declarante lembra que, como forma de recepção para os tais pastores, (uma das filhas) foi oferecida sexualmente para os mesmos. Flordelis foi quem fez a oferta”, diz trecho do depoimento obtido pelo Fantástico, da TV Globo.

Além disso, as testemunhas relataram que o pastor Anderson do Carmo, marido de Flordelis, mantinha relações sexuais com uma filha afetiva. A testemunha disse que o casal tinha o costume de promover noitadas em “casas de swing”.

“A testemunha se recorda que [o pastor] Anderson (…) com a permissão de Flordelis (…) se relacionava sexualmente” com uma das filhas afetivas, que “não gostava dessa situação, mas obedecia” a mãe.

Crime

Na última-feira, Flordelis foi indiciada pela morte do marido. Além dela, outras 10 pessoas também foram denunciadas por participação no crime. Oito foram presas. De acordo com o inquérito, Anderson foi morto por questões financeiras e poder na família. Ele controlava todo o dinheiro do Ministério Flordelis, hoje rebatizado de Comunidade Evangélica Cidade do Fogo.

Além da denúncia de homicídio triplamente qualificado, Flordelis também foi indiciada pelos crimes de  tentativa de homicídio, falsidade ideológica, uso de documento falso e organização criminosa majorada.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com