Declaração

João Campos defende reconhecimento à gestão de Geraldo Julio e critica PT

Pré-candidato a sucessor de Geraldo Julio na prefeitura do Recife, ressaltou os feitos do atual prefeito.

Pré-candidato a prefeito do Recife, João Campos (PSB) saiu em defesa da gestão de Geraldo Julio, que está no seu último mandato. Segundo ele, que representa a continuidade do PSB no comando da prefeitura do Recife, Geraldo Julio executou ações que não havia sido executadas nas gestões anteriores, como a do ex-prefeito João da Costa (PT).

“Você lembra de uma cidade onde não tinha Hospital da Mulher, não tinha Compaz, Escola do Futuro, Vila Mangue, Faixa Azul, onde não tinha várias obras de infraestrutura e programas áreas centrais como educação, que hoje tem. Muito foi feito, mas sempre haverá o fazer”, disse em entrevista ao Resenha Política, transmitido pela TV JC.

Na ocasião, João Campos também rebateu críticas ao PSB, de que o partido teria instaurado uma dinastia em Pernambuco, devido a herança política dos socialistas no Estado.

“Quando se fala em monarquia e capitania hereditária ou é ingenuidade ou má fé, ou desconhecimento. Importante relembrar, que quando Eduardo Campos foi governador de Pernambuco e depois candidato a presidente da República, tinha uma aplíssima aprovação do Estado. Vamos lembrar quem ele apoiou para o Senado. Ele apoiou Armando Monteiro Neto (PTB), Humberto Costa (PT), depois apoiou o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). Ele apoiou para prefeito Geraldo Julio e para o governo do Estado, Paulo Câmara, ninguém da família”, explicou.

João Campos também respondeu sobre a decisão do PT apoiar a pré-candidatura de Marília Arraes (PT). O político avaliou que essa escolha é autônoma e precisa ser respeitada.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com