Apoio

Mendonça pediu ao ministro general Ramos apoio do Governo Bolsonaro a projetos para o Recife

Segundo o pré-candidato, o general Ramos reafirmou o compromisso do Governo Federal com o Nordeste e a disposição de apoiar projetos de interesse do Recife, um das principais capitais nordestinas.

O ex-ministro e pré-candidato a prefeito, Mendonça Filho, reuniu-se nesta quarta-feira (26), em Brasília, com o general Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo, para conversar sobre projetos para o Recife na área de transporte, habitação e saneamento.

Acompanhado do líder do Governo, senador Fernando Bezerra Coelho, Mendonça disse o general Ramos, quinto ministro de Bolsonaro a recebê-lo em menos de um mês, que o Recife precisa do apoio do Governo Federal para fazer obras estruturais de mobilidade, de saneamento e habitação.

“Com as gestões do PSB/PT, o trânsito está cada vez mais caótico, a habitação popular acumula obras inacabadas e só 43% do Recife tem tratamento de esgoto. Para mudar essa situação, é preciso planejamento, projeto, liderança e decisão política”, afirmou Mendonça.

Mendonça apresentou a proposta de triplicação da BR 232 até a Av. Abdias de Carvalho, para resolver o trânsito caótico na entrada e saída da capital, e defendeu que o Recife precisa de grandes intervenções viárias para melhorar o trânsito.

É fundamental obras como a triplicação da entrada do Recife, com a construção de uma terceira faixa no acesso do curado até a Avenida Abdias de Carvalho, e obras na BR-101, como a construção de viadutos, para resolver o trânsito caótico de bairros populosos como Jordão e Ibura (URs).

“Temos quase dois anos de governo do presidente Bolsonaro e é inadmissível que as gestões do PSB, por mesquinharia política, não tenham apresentado projetos e buscado recursos para a mobilidade, para o transporte público, o saneamento e a habitação no Recife e na Região Metropolitana”, criticou, referindo às gestões do prefeito Geraldo Júlio e do governador Paulo Câmara. Segundo Mendonça, isso expõe a falta de cuidado com a cidade, com as pessoas e, fundamentalmente, de liderança do prefeito Geraldo Júlio. Como também da ausência de ação do Governo do Estado para apresentar projetos e buscar recursos federais para mudar a qualidade de vida dos recifenses”, criticou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com