Absolvido

Deputado petista investigado pela Lava Jato é absolvido pelo STF

Junto com o parlamentar foram absolvidos o cunhado do deputado, Ademar Chagas, e o ex-assessor do senador Fernando Collor, Pedro Paulo Leoni Ramos.

O deputado petista Vander Loubet, do Mato Grosso do Sul, foi absolvido por unanimidade pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), após ser acusado pela operação Lava Jato por crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Os cinco ministros do STF alegaram que a PGR não conseguiu comprovar a participação dos acusados nas fraudes. Loubet faz parte do primeiro grupo de políticos investigados pela Lava Jato com inquérito aberto em março de 2015 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A denúncia contra o petista foi apresentada em dezembro do mesmo ano.

Segundo a denúncia da PGR, o grupo teria recebido propina de pouco mais de R$ 1 milhão por meio do doleiro Alberto Youssef , por ordem do empresário Pedro Paulo Leoni Ramos, entre 2012 e 2014. Na época, a nomeação de diretores para a empresa era feita por Collor e Loubet.

O dinheiro seria usada para que Pedro Paulo pagasse uma dívida contraída com Ademar da Cruz, que é cunhado de Vander. Parte dos recursos foi entregue em espécie no escritório do advogado e a outra foi enviada para diferentes contas bancárias de pessoas que deram suporte à candidatura de Loubet à prefeitura de Campo Grande em 2012.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com