Reclusão

Vereador do Cabo é condenado a 80 anos de prisão por corrupção e fraudes contra o INSS

Conhecido como Amaro do Sindicato, o parlamentar é acusado de participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro no INSS. Ele ainda poderá recorrer da decisão.

A Justiça Federal em Pernambuco condenou a 80 anos de reclusão o vereador e ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Cabo de Santo Agostinho, Amaro Honorato da Silva (PRP), conhecido como “Amaro do Sindicato”. Ele foi acusado de participação em organização criminosa, corrupção ativa e lavagem de dinheiro no sistema do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

A decisão da Justiça ocorreu nesta terça-feira (18), mas ele ainda pode recorrer. De acordo com as investigações, o nome de Amaro do Sindicato foi apontado em concessão de benefícios de aposentadoria rural a supostos trabalhadores, com a utilização de documentação fornecida por entidades de classe, dando conta de situação fática não condizente com a realidade.

Quando recebidos os benefícios, as pessoas eram convocadas a contratar empréstimo consignado, com o benefício como garantia, e a entregar o valor desses empréstimos aos integrantes da organização criminosa.

De acordo com a 13ª ” “a enorme quantidade de provas permitiu a verificação do envolvimento de pessoas humildes e necessitadas da redondeza e de instituições importantes ao exercício da democracia, tais como a Câmara Municipal, o Sindicato de Trabalhadores Rurais e o INSS, nas práticas criminosas”.

As investigações, bem como a prisão do político, são frutos da Operação Manager, deflagrada em 2016 e que tem como objetivo apurar funcionamento da organização criminosa composta por servidor do INSS de São Lourenço da Mata, bem como pessoas ligadas ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Cabo de Santo Agostinho.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal