Questionamento

Marília Arraes cobra providências sobre vazamento de dados sigilosos de menina de 10 anos por Sara Winter

Deputada foi às redes sociais questionar sobre quem teria repassado a Sara Winter, as informações da criança vítima de estupro.

A deputada federal Marília Arraes (PT-PE) avisou, nas redes sociais, que seu mandato irá tomar providências para cobrar explicações sobre como a militante Sara Winter, conseguiu ter acesso a informações sobre a menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada pelo próprio tio. Ontem (16), Winter divulgou nas redes sociais, o nome da criança, bem como o hospital onde seria realizado o procedimento. 

Sara fez uma live no youtube e publicou vídeos no Instagram em que aparece o nome da menina. Ela também se dirigiu aos seguidores para que tentassem, por meio de protesto, impedir a interrupção realizada no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), no Recife. No local, estiveram religiosos que pediram para que o aborto não fosse feito. Grupos a favor também se manifestaram em frente à maternidade.

“Uma criança de 10 anos não está pronta, nem física nem psicologicamente, para dar prosseguimento a uma gravidez fruto de uma experiência tão traumática e violenta quanto um estupro. Não é uma questão de opinião ou religião: é a lei!”, pronunciou a pré-candidata a prefeita do Recife.

https://twitter.com/MariliaArraes/status/1295185411212541959

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com