Solidariedade

Bolsonaro anuncia ajuda ao Líbano e convida Temer para chefiar missão

O presidente fez o anúncio na manhã deste domingo por meio de uma videoconferência internacional, transmitida pelas redes sociais. A missão levará remédios, alimentos e ajuda técnica para investigação da explosão que devastou Beirute.

Bolsonaro anuncia ajuda ao Líbano e convida Temer para chefiar missão

Jair Bolsonaro ressaltou a descendência libanesa de Michel Temer. Foto: Alan Santos/PR

Publicado em 9 de agosto de 2020 - 10:41

Por

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta manhã de domingo, que vai oferecer ajuda ao Líbano com insumos e alimentos. O comunicado foi feito em videoconferência internacional, que contou com outros chefes de Estado, como s presidentes do Líbano, Michel Aoun, da França, Emmanuel Macron, e dos EUA, Donald Trump. A reunião foi transmitida pelas redes sociais de Bolsonaro.

Durante a fala, Bolsonaro também disse que convidou o ex-presidente Michel Temer para chefiar a missão em Beirute, no Líbano. Temer é filho de libaneses.

“Em um momento que requer a união de esforços internacionais, apresento minhas condolências e solidariedade em nome do povo brasileiro. O Brasil é um dos países que mais recebeu libaneses no mundo e, por essa razão, tudo o que afeta ao Líbano, nos afeta como se fosse o nosso próprio lar e pátria. “Estamos acertando com o governo libanês o envio de uma equipe técnica multidisciplinar para colaborar na realização da perícia da explosão. Convidei como meu enviado especial e chefe dessa missão o senhor Michel Temer, filho de libaneses e ex-presidente do Brasil”, comunicou.

Beirute foi atingida por uma explosão de grandes proporções no último dia 4 de agosto. A causa foi um incêndio armazém no porto da cidade, contendo 2.750 toneladas de nitrato de amônio. A tragédia resultou na morte de 150 mil pessoas 300 mil desabrigados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com