Eleições 2020

Para pré-candidato do Novo, distanciamento da Prefeitura do Recife com Governo Federal é ruim para o município

Procurador Charbel pretende estreitar laços com a presidência da República, caso eleito

O Procurador Charbel, filiado ao Partido Novo e primeiro pré-candidato confirmado para a disputa das eleições municipais ao cargo de prefeito do Recife, lamentou o distanciamento entre as gestões municipal e estadual com o Governo Federal. Segundo ele, o bom diálogo entre as partes é fundamental para o sucesso do município.

“Infelizmente o Governo Bolsonaro não consegue fazer muito pelo Recife, pois a Prefeitura acaba inibindo algumas ações. Por exemplo: o Governo Federal ofereceu escolas cívicos-militares, mas Geraldo Júlio e Paulo Câmara recusaram. Esse distanciamento só faz piorar a situação da nossa cidade. Qualquer prefeito que não tiver um bom diálogo com a Presidência da República não vai conseguir trazer melhorias, e esses recursos serão alocados em outras cidades com bom relacionamento”, disse o procurador do Recife e um dos fundadores do Partido Novo em Pernambuco.

Caso eleito, o conservador garante que terá abertura em Brasília para trazer mais investimentos ao Recife. Ainda em relação às verbas públicas, o pré-candidato escolhido pelo Partido Novo após processo seletivo reforça que não utilizará o dinheiro do Fundo Eleitoral, como todos os selecionados pela sigla em todo País.

“O Governo Federal repassou o dinheiro para a atual gestão, mas não conseguiu fazer mais do que isso, pois simplesmente viraram as costas por questões ideológicas, políticas, e nada pensando em nossa cidade. No direcionamento dos recursos para combater a pandemia, vieram muitos. Tanto que até sobrou para os desvios. A Polícia Federal só investiga quando o assunto é dinheiro da União”, acrescentou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com