Denúncia

Clarissa Tércio denuncia perseguição do Cremepe a grupo de médicos que receitam cloroquina

A parlamentar vem atuando desde o início da pandemia com vários médicos em comunidades carentes e receitando a medicamento no tratamento contra Covid-19.

A deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) denunciou, em suas redes sociais, a “perseguição” de uma conselheira do CREMEPE (Conselho Regional de Medicina de Pernambuco) a um grupo de médicos por atenderem a população com sintomas de Covid e receitarem o uso da hidroxicloroquina.

A postura da Conselheira vai de encontro, segundo a parlamentar, ao posicionamento do presidente da própria instituição que, em nota oficial, declara que receitar o uso da hidroxicloroquina não é considerado infração.

“Os médicos que estão sendo perseguidos, além de atenderem gratuitamente à população carente, também doam a medicação para os pacientes e acompanham a sua evolução”, disse Clarissa.

A parlamentar alega que o grupo de médicos foi denunciado ao Ministério Público e ao Cremepe por agir em prol da população.

“Que crime esses profissionais cometeram? Ajudar pessoas mais necessitadas a salvar vidas, cumprindo juramento que um dia fizeram agora é crime?”, questionou.

“Como integrante da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco, estarei defendendo de forma atenta e incisiva a autonomia e o direito dos médicos em atuarem cumprindo juramento realizado para que vidas sejam salvas”, disse a deputada.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com