Resposta

Em nota, Alepe diz que “todos os contratos firmados respeitam a legislação”

A Casa Legislativa também alegou estar "à disposição das instituições de fiscalização para colaborar com o esclarecimento dos fatos".

Após realização de operação da Polícia Federal que tem o objetivo de investigar contratações milionárias efetuadas pela Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), de quase R$ 40 milhões. No pronunciamento a Casa Legislativa afirmou que “todos os contratos firmados respeitam a legislação vigente e passam por um criterioso processo de avaliação e controle da procuradoria e auditoria”.

>> PF deflagra operação na Alepe por propinas em licitações de R$ 40 milhões

>> PF afirma que nenhum deputado é alvo da ação que apura crimes de corrupção na Alepe

A Alepe disse ainda que está “à disposição das instituições de fiscalização para colaborar com o esclarecimento dos fatos”. A Operação Coffee Break é um desdobramento da Operação Casa de Papel, deflagrada no mês passado. Essa nova fase da investigação apura a solicitação de vantagem indevida feita por um servidor comissionado da Alepe, que atuava na comissão de pregoeiros e no setor responsável pelos pagamentos, em razão de estar favorecendo internamente essas empresas

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com