Testagem

Governo de PE anuncia testes para quem teve contato com doentes leves e convoca população para exames da Covid-19

Nesta terça-feira, dia 28 de julho, o governo informou que, em agosto, pretende rastrear e testar todas as pessoas que tiverem contato com alguém com sintomas do Coronavírus.

O governo de Pernambuco convocou as pessoas que tiverem sintomas do novo coronavírus a procurar unidades de saúde para fazer o exame da Covid-19. Nesta terça (28), o secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que, em agosto, o estado quer começar a testar, além dos sintomáticos, todos os contatos dessas pessoas, mesmo aqueles que não apresentarem nenhum sinal da doença.

No dia 14 de julho, o governo anunciou a testagem de todas as pessoas com sintomas da Covid-19. A marcação desses exames pode ser feita pela ferramenta Atende em Casa, pela internet, ou mesmo nas unidades de atenção básica em saúde. O secretário André Longo afirmou que houve baixa procura de pessoas com sintomas leves e que é preciso massificar a testagem.

“Todos que apresentarem sintomas deverão buscar a marcação disponível nas redes municipais e no Atende em Casa. Tivemos 1,9 mil pessoas testadas, sendo 1.051 do teste tipo RT-PCR e 849 do teste rápido. É um número muito baixo, aquém do que é esperado. Precisamos massificar a testagem”, afirmou o secretário de Saúde.

Em agosto, André Longo afirmou que o governo pretende ampliar os centros de testagem para o coronavírus. Dessa maneira, será possível acompanhar de forma mais efetiva o avanço da pandemia no estado.

“Em agosto, vamos passar a testar sintomáticos e seus contatos, carrear todos os contatos dele para que a gente possa analisar a velocidade de contágio e conter possíveis surtos. Dessa maneira, poderemos trabalhar melhor o conceito do índice de contágio”, disse.

Essa taxa, de ritmo de contágio, traduz em uma estimativa a quantidade de pessoas que cada pessoa doente pode infectar em um determinado intervalo de tempo. O desejável, segundo o governo, é que essa taxa esteja abaixo de 1, mas, nos últimos dias, tem variado para acima desse valor.

Segundo o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, isso pode ocorrer devido à ampliação da testagem. Da mesma forma, o número de “casos ativos”, como são divulgados os números de pessoas ainda com o vírus, também pode não refletir a realidade

“Quando há atividade de casos leves por teste rápido, provavelmente, reflete de um período passado. Quando são testes do tipo RT-PCR é possível detectar um período mais agudo, mas o teste rápido, não. Além disso, quanto mais se testa casos leves, maior será esse número”, afirmou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com