Investigação

Pernambuco: Polícia Civil mira em empresários e agentes públicos por crimes de corrupção

A Operação 'Chorume' foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21) em cinco municípios do Estado.

A Polícia Civil de Pernambuco, deflagrou na manhã desta terça-feira (21), a 28ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “Chorume”, vinculada à Diretoria Integrada Especializada – DIRESP, sob a presidência do Delegado Diego Pinheiro, da 2ª DECCOR – DRACCO, tendo como ambiente operacional as cidades de Recife, Paulista e Caruaru.

A investigação começou em novembro de 2018, com o objetivo de identificar a participação de empresários e agentes públicos na prática dos crimes de fraude em licitação, peculato, associação criminosa.

Cerca de 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a operação que contou com 45 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. Dos 10 mandados de busca e apreensão domiciliar, um mandado foi de suspensão do exercício de função pública, 01 mandado de suspensão temporária de participar de licitações e o sequestro de valores. Um dos alvos dos mandados foi o atual prefeito do município do Paulista, Júnior Matuto, cujo seu afastamento da prefeitura foi decretado por um período de 170 dias. O prefeito também investigado na Operação Locatário.

Todos os mandados foram expedidos pelo pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal