Homenagem

Com pedido de FBC, centenário de Nilo Coelho será homenageado pelo Senado

O requerimento da homenagem foi feito pelo senador Fernando Bezerra Coelho.

Com pedido de FBC, centenário de Nilo Coelho será homenageado pelo Senado

O senador Fernando Bezerra Coelho/ Foto: Divulgação

Publicado em 15 de julho de 2020 - 13:49

Por

O Senado aprovou nesta terça-feira (14) requerimento do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) para realização de sessão solene em homenagem ao ex-governador Nilo Coelho, que completaria 100 anos em novembro de 2020.

Formado pela Faculdade de Medicina da Bahia, Nilo de Souza Coelho foi deputado estadual e deputado federal por três mandatos, governador de Pernambuco entre 1967 e 1971 e presidente do Congresso Nacional em 1983.

Durante a votação, Fernando Bezerra lembrou que a gestão de Nilo Coelho como governador foi marcada por obras e investimentos no interior de Pernambuco, como a construção da estrada que liga Arcoverde a Petrolina e a ampliação da rede de eletrificação rural, que levou energia para mais de 200 distritos da Zona da Mata, do Agreste e do Sertão.

“Nilo Coelho disse que ‘governaria de costas para o mar’”, destacou FBC. “Contudo, o maior legado é, sem dúvida, a implementação dos perímetros irrigados, que transformaram a região do Vale do São Francisco no maior polo de fruticultura do País.”

Para o senador, Nilo Coelho dedicou a vida ao desenvolvimento sustentável do Sertão.

“Foi incansável no esforço de criar as condições para que o homem sertanejo pudesse trabalhar e crescer. Visionário, compreendeu que o acesso à água era o motor desse desenvolvimento. Hoje, a região do Vale do São Francisco produz riquezas, é responsável por 90% das exportações de uva e manga do Brasil, um negócio pujante, que gera mais de 360 mil empregos para os sertanejos. Um sonho que começou com Nilo Coelho.”

Como senador e presidente do Congresso Nacional, Nilo Coelho é lembrado pelo diálogo, espírito de conciliação e afirmação do Parlamento, destacou Fernando Bezerra Coelho.

“Para ilustrar, lembro a histórica frase proferida em sessão de setembro de 83: ‘Não sou presidente do Congresso do PDS. Sou presidente do Congresso do Brasil’.”

O senador Fernando Bezerra Coelho também ressaltou o discurso de posse de Nilo Coelho como presidente do Congresso Nacional, quando afirmou que “o bem comum, que nos cabe promover, exige a fertilidade do diálogo, da negociação e do entendimento. Não há barreiras políticas insuperáveis, quando se trata de atender aos anseios do povo e aos interesses da Pátria”.

Para FBC, as palavras de Nilo Coelho “servem de inspiração para todos nós que colocamos o interesse público acima das paixões políticas e trabalhamos, aqui no Congresso Nacional, para que o Brasil supere essa grave crise em decorrência da pandemia do coronavírus”.

Da redação do Portal com informações da Assessoria do senador Fernando Bezerra Coelho

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com