Defesa

“Não atingi a honra do Exército”, diz Gilmar Mendes após criticar Forças Armadas

Ministro divulgou uma nota nesta terça-feira (14) explicando sua fala dita sobre o Ministério da Saúde comandado interinamente pelo general Eduardo Pazuello.

Em nota publicada nesta terça-feira (14), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, esclareceu sobre a polêmica declaração em que ele associou o Exército ao genocídio de pessoas durante a pandemia da Covid-19. “Não atingi a honra do Exército”, disse o ministro.

“Estamos vivendo uma crise aguda no número de mortes pela Covid-19, que já somam mais de 72 mil. Em um contexto como esse, a substituição de técnicos por militares nos postos-chave do Ministério da Saúde deixa de ser um apelo à excepcionalidade e extrapola a missão institucional das Forças Armadas”, apontou.

“Reforço, mais uma vez, que não atingi a honra do Exército, da Marinha ou da Aeronáutica. Aliás, as duas últimas sequer foram por mim mencionadas”, escreveu o ministro do STF. “Apenas refutei e novamente refuto a decisão de se recrutarem militares para a formulação e execução de uma política de saúde que não tem se mostrado eficaz para evitar a morte de milhares de brasileiros”, concluiu o ministro em nota.

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal