Mudança

Queiroz deixa presídio no Rio de Janeiro para cumprir prisão em casa

Fabrício Queiroz é suspeito de comandar um esquema de "rachadinhas" envolvendo Flávio Bolsonaro, filho do presidente.

O policial militar aposentado Fabrício Queiroz deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira (10), para cumprir prisão domiciliar. O ex-assessor estava preso preventivamente desde o dia 18 de junho, no âmbito de investigação sobre a prática de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

A comutação da pena obriga Queiroz a usar tornozeleira eletrônica. Ele também precisa desfazer-se de todo e qualquer equipamento de comunicação com o mundo exterior.

João Otávio de Noronha (presidente do STJ) apresentou alguns argumentos que o levaram a autorizar a mudança de cumprimento da pena de Queiroz. Ele afirmou que o estado de saúde do amigo de Flávio Bolsonaro foi levado em consideração. Acrescentou também que um parecer do Conselheiro Nacional desaconselha recolhimentos a presídios nesta época de pandemia.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com