Recife

Hospital de campanha da Imbiribeira no Recife registra a alta de número 2 mil

Quitério Genival, de 49 anos, passou pela UTI e enfermaria, chegou ao Hospital com quadro de febre, dor no corpo, tosse e queda na saturação.

Hospital de campanha da Imbiribeira no Recife registra a alta de número 2 mil

Hospital de Campanha da Imbiribeira registra a alta de número 2 mil/ Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Publicado em 11 de julho de 2020 - 09:45

Por

Depois de um mês entre a UTI e a enfermaria do Hospital Provisório Recife 3 (HPR 3), na Imbiribeira, Quitério Genival, de 49 anos, foi o paciente de número dois mil a ter alta dos hospitais de campanha da Prefeitura do Recife, nesta sexta-feira (10).

O prefeito Geraldo Julio, que anunciou a marca nesta sexta, lembrou que mais importante que um número, notícias como esta fazem valer a pena o esforço que os recifenses estão fazendo para enfrentar a pandemia.  A data coincide com os cem dias da abertura do primeiro hospital de campanha. 

“Muito mais importante que os números, essas marcas representam famílias que viram uma pessoa ficar doente em casa, precisar de um atendimento hospitalar, ser atendida em um desses hospitais de campanha e agora voltar para casa, salva da covid. Isso mostra que o esforço feito pelos recifenses e pela Prefeitura para enfrentar a pandemia tem sido muito importante”, declarou o prefeito Geraldo Julio.  

 O porteiro Quitério Genival apresentou quadro de febre, dor no corpo, tosse e queda de saturação, e por isso foi internado no Hospital Provisório Recife 3, na Imbiribeira, onde foi acompanhado com cuidado redobrado já que faz parte do grupo de risco da covid-19 por ser hipertenso e diabético.

Hospital de Campanha da Imbiribeira registra a alta de número 2 mil/ Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Dos 34 dias de internamento, 16 foram em Unidade de Terapia Intensiva. Sua esposa, Maria José, contou que recebia notícias através de ligações feitas pelos médicos diariamente, por conta da restrição de visitas do protocolo da covid-19.  

“Quitério me falou que, no hospital, todos tratavam ele com muito cuidado. Não temos do que reclamar. A equipe me deu muita atenção em todo o momento. Não teve sequer um dia que ficamos sem receber notícias dele. Mesmo sem poder fazer visita, o contato com a equipe médica ajuda muito. A gente podia saber como ele estava e se falar por chamada de vídeo. Isso nos tranquilizava demais. Realmente só tenho o que agradecer”, disse Maria José. 

Após a decretação da pandemia de covid-19, a Prefeitura do Recife mobilizou uma rede com sete hospitais de campanha que chegaram a ter mil leitos, entre enfermarias e UTIs. Essa rede já realizou 12 mil atendimentos, 4.200 internações e registrou as duas mil altas, atingidas com a saída de Quitério do hospital de campanha da Imbiribeira.

Hospital de Campanha da Imbiribeira registra a alta de número 2 mil/ Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Com a queda nos indicadores há mais de 45 dias na cidade, foi iniciada a reorganização da rede de emergência, com a desmobilização de leitos de enfermaria e ampliação das UTIs. Hoje são 724 leitos, sendo 342 UTIs e 382 enfermarias.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com