Investigação

Polícia Federal vai investigar colunista que ‘torceu’ pela morte de Bolsonaro

Hélio Schwartsman, colunista da Folha de S.Paulo, em seu artigo, teria torcido pela morte do presidente.

Polícia Federal vai investigar colunista que ‘torceu’ pela morte de Bolsonaro

O advogado-geral da União, André Mendonça, participa do lançamento da Estratégia Nacional Integrada para a Desjudicialização da Previdência Social, no Supremo Tribunal Federal (STF)

Publicado em 9 de julho de 2020 - 14:02

Por

O ministro da Justiça, André Mendonça, informou, nesta terça-feira (7), que irá solicitar à Polícia Federal (PF) que abra um inquérito para investigar o colunista do jornal Folha de S.Paulo, Hélio Schwartsman, por em seu artigo “ter torcido pela morte do presidente” Jair Bolsonaro o mandatário ser infectado pelo novo coronavírus (covid-19). De acordo com o ministro, o inquérito terá por base a Lei de Segurança Nacional.

A publicação gerou inúmeras críticas ao posicionamento do colunista, que em seu texto escreveu que está torcendo “para que o quadro se agrave e ele morra. Nada pessoal”. De acordo com ele, “a morte do presidente torna-se filosoficamente defensável, se estivermos seguros de que acarretará um número maior de vidas preservadas”.

Ao comentar o artigo, Mendonça falou sobre direitos fundamentais. “Princípios básicos do Estado de Direito: há direitos fundamentais. Não há direitos fundamentais absolutos. 3. As liberdades de expressão e imprensa são direitos fundamentais. Tais direitos são limitados pela lei”, explicou.

Para o ministro, defende a democracia deve repudiar o texto do colunista da Folha. “Diante disso, quem defende a democracia deve repudiar o artigo “Por que torço para que Bolsonaro morra”. Assim, com base nos artigos 31, IV; e 26 da Lei de Segurança Nacional, será requisitada a abertura de inquérito à Polícia Federal” apontou.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com