Baniu

Facebook remove contas falsas ligadas a Bolsonaro e políticos do PSL

A rede social apontou que os perfis inautênticos propagaram notícias falsas antes e durante o mandato de Jair Bolsonaro.

O Facebook removeu, nesta quarta-feira (8), mais de 70 contas falsas ligadas ao presidente Jair Bolsonaro e aos políticos do PSL. A plataforma acusa os perfis de propagação de notícias falsas antes e durante o mandato de Bolsonaro. O Facebook também retirou do ar contas do Instagram, rede social a qual pertence a plataforma.

“Nossa investigação encontrou ligações a pessoas associadas ao PSL (Partido Social Liberal) e a alguns dos funcionários nos gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro”, explicou o Facebook.

De acordo com a rede social, os conteúdos eram relacionados política, eleições e memes contra a oposição. Além disso, as publicações traziam críticas a organizações midiáticas e a pandemia do novo coronavírus. A corporação afirmou que baniu as contas baseando-se no  “no comportamento, e não no conteúdo”.

O Facebook disse ainda que essa atividade teve origem no Canadá e Equador, e mirava El Salvador, Argentina, Uruguai, Venezuela, Equador e Chile.

“Essa rede usava uma combinação de contas reais e falsas, algumas das quais já tinham sido detectadas e removidas por nossos sistemas automatizados”, disse o Facebook.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com