Justiça

Devolução do dinheiro de respiradores comprados pelo Consórcio Nordeste será negociado

A empresa Biogeoenergy também solicitou acesso aos autos do processo criminal e dos seus conexos.

Devolução do dinheiro de respiradores comprados pelo Consórcio Nordeste será negociado

Consórcio Nordeste/ Foto: Divulgação

Publicado em 9 de julho de 2020 - 17:32

Por

A empresa Biogeoenergy protocolou uma petição no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para negociar a devolução dos valores pagos pela Hempcare na compra de 300 ventiladores pulmonares para o combate ao vírus Covid-19. A intenção da empresa é devolver aos estados integrantes do Consórcio do Nordeste o recurso recebido o mais brevemente possível, ou entregar os aparelhos, caso haja interesse.

De acordo com o empresário Paulo de Tarso, a Biogeoenergy está disposta a buscar uma solução consensual para os problemas gerados através do contrato executado com a Hempcare.

Paulo de Tarso enfatizou no requerimento que, ao contrário da Hempcare, a Biogeoenergy não possui contrato firmado com o Consórcio do Nordeste.

Em nota, a Biogeonergy informa que é uma empresa sustentável, atenta as necessidades tecnológicas do País e com a qualidade de vida da sociedade. A instituição oferta tecnologia e equipamentos de excelência para a geração de energia hidráulica e eólica, além de tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU).

“Há um ano a Biogeonergy compõe o grupo Geoterra com o objetivo de implantar projetos de grande utilidade para a população, nas atividades industriais e empresariais de bens de capital, bem como o desenvolvimento de produtos eficientes e de baixo custo”, destaca.

“Após a pandemia que assolou o mundo em 2020, a Biogeonergy iniciou os testes para produção e comercialização de ventiladores pulmonares para pacientes em tratamento intensivo do vírus Covid-19”, encerra a nota.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com