Operação Direto com o Dono

Operação do Ministério Público prende o fundador da Ricardo Eletro por sonegação

Em conjunto com Polícia Civil e com a Receita Estadual, a ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (8) que aconteceu em São Paulo e Minas Gerais.

Uma operação do Ministério Público junto com a Polícia Civil e da Receita Estadual, prendeu na manhã desta quarta-feira (8), o fundador da rede de varejo Ricardo Eletro, Ricardo Nunes e a filha dele Laura Nunes.

Pai e filha são suspeitos de integrar um grupo acusado de sonegar, por mais de cinco anos, cerca de R$ 400 milhões em impostos devidos ao estado de Minas Gerais.

O fundador da Ricardo Nunes/ Foto: Ricardo Nunes / YouTube

Os alvos da Operação Direto com o Dono estão localizados em Minas Gerais (Belo Horizonte, Contagem e Nova Lima) e São Paulo (capital e Santo André). Os agentes cumprem três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão contra empresários do setor de eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Ricardo foi preso em São Paulo e Laura, na região metropolitana de Belo Horizonte. O terceiro mandado de prisão foi expedido para o superintendente da Ricardo Eletro, Pedro Daniel Magalhães, em Santo André.

A investigação ganhou força após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em novembro de 2019, que definiu como crime a apropriação de ICMS cobrado de consumidores em geral e não repassados ao estado.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com