Pedido

Albérisson Carlos cobra adicional de insalubridade para militares em Pernambuco

O presidente da ACS alegou que o risco contaminação pelo coronavírus dos profissionais de segurança é tão alto quanto o dos profissionais da saúde.

Em entrevista ao Portal de Prefeitura na noite da última terça-feira (7), o presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Albérisson Carlos (DEM), cobrou o pagamento de um adicional de insalubridade para os militares que seguem trabalhando durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O valor pode ser de 40% dos vencimentos do militar.

Albérisson alega que tanto o policial, quanto o bombeiro, se expõem ao risco de contágio pela doença diariamente, por esse motivo, o risco de contágio seria tão alto quanto os dos profissionais da saúde.

“Os militares se aproximam das pessoas para efetuar seu trabalho, o policial acaba tocando, não só em pessoas, mas também em locais que podem estar contaminados pelo coronavírus. O bombeiro militar quando faz qualquer tipo de socorro, mesmo que esteja com luva e com máscara, ainda existe o risco da contaminação. Por isso, os profissonas da segurança pública estão tão vulnerares quanto os profissionais da saúde”, afirmou.

O presidente da ACS informou que o valor do adicional de insalubridade “seria 40% do vencimento do militar”.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal