Bloqueio

WhatsApp desativa contas do PT por denúncias de disparos em massa e spam político

Presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, especula que ação da plataforma se deu por ‘questões políticas’.

WhatsApp desativa contas do PT por denúncias de disparos em massa e spam político

Presidente do PT, Gleisi Hoffman. Foto: Divulgação

Publicado em 7 de julho de 2020 - 13:36

Por

O Partido dos Trabalhadores (PT) teve algumas de suas contas desativadas pelo aplicativo de mensagens WhatsApp, após a plataforma obter denúncias de disparos em massa e spam político. As duas ações são proibidas pela plataforma.

A informação foi publicada pelo próprio partido, que disse que as contas foram desativadas a partir de 25 de junho. A presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, vê posicionamento político por trás da ação do aplicativo o qual pertence ao Facebook.

“Não dá para a gente afirmar que seja uma represália, mas com certeza o Facebook tem lado, um posicionamento político e um posicionamento em relação ao PL [projeto de lei das fake news, apoiado pelo PT]. Não devem estar contentes com ele”, disse Hoffmann ao UOL.

Segundo Gleise, bloqueio surgiu depois que o partido iniciou o abaixo-assinado elo impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

“O bloqueio desses canais ocorreu justamente dias depois que iniciamos o abaixo-assinado pelo impeachment, com muitos apoiadores e entidades”, completou.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com