Operação

Secretaria de Saúde do Recife recebe mais uma operação da Polícia Civil que cumpre mandados de busca e apreensão

Segundo a Prefeitura do Recife, a secretaria não é alvo das investigações, e policiais que foram ao local para apreender processos de compra a uma empresa de medicamentos.

Secretaria de Saúde do Recife recebe mais uma operação da Polícia Civil que cumpre mandados de busca e apreensão

Prefeito do Recife, Geraldo Julio; Vice-prefeito, Luciano Siqueira; Secretário de Saúde, Jailson Correa. Foto: Divulgação/ Andrea Rego Barros.

Publicado em 7 de julho de 2020 - 16:12

Por

A secretaria de Saúde do Recife recebeu a visita de policiais civis estiveram na Secretaria de Saúde do Recife, na manhã desta terça-feira (7), para cumprir mandados judiciais de busca e apreensão de dois processos de compra a uma empresa de medicamentos na pandemia da Covid-19.

A operação foi realizada pela Delegacia de Combate ao Crime Contra a Ordem Tributária (Decot), do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco).

Depois de três visitas da Polícia Federal, chegou a vez da Delegacia de Combate ao Crime Contra a Ordem Tributária (DECOT) visitar a Prefeitura do Recife.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que esta foi a 22ª operação de repressão qualificada realizada no estado neste ano.
“Os mandados judiciais de busca e apreensão cumpridos estão em segredo de justiça, razão pela qual não serão repassadas informações sobre o inquérito, ainda em fase inicial”, disse no texto.
A Prefeitura do Recife informou, também por meio de nota, que o alvo das investigações não é a Secretaria de Saúde do município e que os documentos apreendidos nesta terça-feira (7) já haviam sido disponibilizados para órgãos de controle e fiscalização.

“A Decot investiga crimes tributários, como a sonegação de impostos, que só podem ser cometidos por empresas privadas. Assim, não é a Secretaria de Saúde que está sendo investigada. Os dois processos de compra já haviam sido encaminhados por iniciativa da própria Secretaria para o TCE-PE, Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal”, declarou a prefeitura na nota.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com