Investigação

Covidão: governador do Amazonas tem bens bloqueados e secretária de Saúde é presa em operação da Polícia Federal

A Operação Sangria cumpre na manhã de hoje, cerca de 20 mandados de busca e apreensão na sede do governo do Amazonas, por suspeitas de fraude em licitação e desvios de recursos públicos.

Covidão: governador do Amazonas tem bens bloqueados e secretária de Saúde é presa em operação da Polícia Federal

Governador do Amazonas Wilson Limas e secretária de Saúde Simone Papaiz são os principais alvos da Operação Sangria. Foto: Secom/Montagem/ Portal de Prefeitura

Publicado em 30 de junho de 2020 - 10:21

Por

A Polícia Federal, juntamente com o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram a Operação Sangria, que cumpre, na manhã desta terça-feira (30), cerca de 20 mandados de busca e apreensão na sede do Governo do Amazonas e na Secretaria de Saúde do Estado. Dois dos principais alvos até agora, são o governador Wilson Lima e a secretária de Saúde, Simone Papaiz.

No inquérito consta que os investigados teriam praticado crimes de corrupção, fraude em licitação e desvios de recursos públicos. A PF  esteve no condomínio onde mora o governador do Amazonas Wilson Lima, o qual teve seus bens, avaliados em R$ 2,9 milhões, bloqueados sob a determinação do Superior Tribunal de Justiça. O STF também decretou a prisão temporária de Simone Papaiz.

Na investigação, o governador é suspeito de ter participado de compras de respiradores superfaturadas. Além disso, ele é investigado por lavagem de dinheiro e direcionamento de contratação de empresa.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com