Artigo

Artigo: Lênin, herói ou vilão comunista?

Então, seria Stalin um genocida despótico e Lênin um humanista democrático? Vejamos as ações de Lênin

Entre os socialistas, nos dias de hoje, poucos são aqueles que ainda defendem o regime comunista de Josef Stalin (1941-1953), em razão da ampla divulgação dos seus crimes cometidos contra a humanidade. Todavia, muitos ainda se autoproclamam marxistasleninistas, ou seja, defensores das ideias e do regime de Vladimir Ilyich Ulianov (1917-1924), mais conhecido pelo pseudônimo Lênin.

Lênin e Stalin. publicada pela primeira vez na seção de fotos ilustradas do Pravda, 1922.

Então, seria Stalin um genocida despótico e Lênin um humanista democrático? Vejamos as ações de Lênin:

  • Golpeou, no início de 1918, a recém-eleita Assembleia Constituinte, alegando que esta seria contrarrevolucionária porque tentava remover o poder dos sovietes, mesmo com a negativa dos Socialistas Revolucionários e dos Mencheviques;

  • Baniu toda a imprensa considerada burguesa que pudesse se opor ao poder soviético, por meio do Decreto de Imprensa, uma das primeiras medidas do Sovnarkom (Conselho do Comissariado do Povo);

  • Instituiu a polícia política, precursora da KGB (responsável por inúmeras detenções e fuzilamentos sumários), Comissão Extraordinária de Combate à Sabotagem (ou Cheka), cujo trabalho era erradicar e esmagar a resistência à Revolução de Outubro. Os inimigos deveriam ser eliminados;

  • Exigiu a organização de “uma guarda reforçada de pessoas escolhidas e confiáveis, para realizar uma campanha implacável de terror em massa contra os kulaks, os padres e os guardas brancos. Suspeitos devem ser presos em um campo de detenção”, nas palavras dele;

  • Ordenou também, o enforcamento em praça pública de ao menos 100 kulaks (camponeses ricos e suas famílias), como divulgado pelo historiador britânico Robert Service, coletado durante o momento em que os arquivos de Moscou estiveram abertos (período Yeltsin);

  • Instituiu os primeiros órgãos prisionais daquilo que ficou conhecido como Gulag, uma vasta rede de campos de concentração e trabalhos forçados, posteriormente descritos por Alexander Soljenítsin em O Arquipélago Gulag;

  • Expulsou do país toda uma classe de intelectuais (filósofos, religiosos, jornalistas, economistas, matemáticos, artistas, historiadores, jornalistas e escritores) opositores do regime, episódio que ficou conhecido como O Vapor da Filosofia, em que o líder bolchevique escolheu pessoalmente suas vítimas, como relatado por Lesley Chamberlain em A Guerra Particular de Lenin;

  • Suprimiu brutalmente os marinheiros da Revota de Kornstadt, que exigiam reformas como: novas eleições e inclusão de partidos;

  • Matou aproximadamente 5 milhões de pessoas de fome, episódio que ficou conhecido como A Fome de Povolzhye (1921). A crise se deu em função da interrupção agrícola (iniciada na 1ª Guerra Mundial) e amplificada pela a política econômica elaborada por Bukharin e Preobrajenski, chamada de Comunismo de Guerra, que consistia no controle total da economia nacional pelo Estado Operário, como forma de reformar o sistema capitalista. Após
    muito relutar, Lênin aceitou ajuda humanitária… dos EUA (Administração de Alívio Americano). Em seguida, substituíu o Comunismo de Guerra pela Nova Política Econômica (NEP), que concedia explorações agrícolas a iniciativa privada para retomada urgente da economia.

Vítimas da fome em Buzuluk, Região do Volga, ao lado de Saratov.

O episódio narrado acima foi tão marcante, que até mesmo Gilberto Freyre o cita brevemente em sua obra Casa Grande & Senzala, veja você mesmo:

“A cultura e o peso do homem variam consideravelmente sob a ação da dieta tanto de região para região como de classe para classe. Os indivíduos de classe elevada são quase sempre mais altos e corpulentos que os de classe inferior. Superioridade atribuída pelos pesquisadores modernos ao fato de consumirem aqueles indivíduos maior quantidade de produtos ricos em “vitamina de crescimento”. F. P. Armitage procura mostrar, em livro bem documentado, que até a cor e a forma de crânio dependem da qualidade de alimento. Na Rússia verificou-se, diz-nos Sorokin, que em conseqüência da fome de 1921- 1922 houve diminuição de estatura, enquanto na Holanda, segundo Otto Ammon, e na América, segundo Ales Hrdlicka, tem-se observado a elevação da estatura, devida, provavelmente, a modificações de condições sociais e de alimentação.”

Lênin, ordem de enforcamento 11/08/1918).

Lênin, ordem de enforcamento de 11 de agosto de 1918 (tradução): “Camaradas! A insurreição de cinco distritos kulak deve ser impiedosamente suprimida. Os interesses de toda a revolução exigem isso porque “a última batalha decisiva” com os kulaks está em andamento em todos os lugares. Um exemplo deve ser demonstrado.

  1. Pendure (pendure absolutamente, à vista do povo) nada menos que cem kulaks conhecidos, homens ricos e imundos, sugadores de sangue.

  2. Publique os nomes deles.

  3. Pegue todos os grãos deles.

  4. Designe reféns – de acordo com o telegrama de ontem. Faça de tal maneira que, por centenas de versos [unidade de comprimento russa obsoleta. 1 verso = 1,0668 quilômetros] ao redor, as pessoas vejam, tremam, saibam, gritem: “o estrangulamento (está feito) e continuará para os kulaks sugadores de sangue”. Telegrafar o recebimento e a implementação. Seu, Lênin. P.S. Use seu povo mais forte para isso.”

Como vimos, Lênin foi um opressor despótico tanto quanto qualquer outro líder comunista, pois essa não é uma questão que se reduz puramente ao caráter particular desse ou daquele líder, mas da ideologia em si, que coopta naturalmente essa espécie de ser monstruoso e impiedoso, justamente porque o movimento nunca lutou contra a opressão, mas sim pelo monopólio dela.

O comunista do século XIX era um revolucionário romântico; O comunista do século XX era um genocida voluntário; O comunista do século XXI é um iletrado emotivo.

Por: Jason Medeiros,
Jason de Almeida Barroso Medeiros, 26 anos, bacharelando em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco; Aspirante-à-Oficial da Reserva pelo CPOR/R, entusiasta da filosofia política e fundador do perfil @ocontribuinteoriginal no Instagram.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com