Críticas

Ex-presidente da Caixa Econômica diz que Bolsonaro é inimigo do povo

Maria Fernanda Coelho presidiu a CEF entre 2006 e 2011.

Ex-presidente da Caixa Econômica diz que Bolsonaro é inimigo do povo

Ex-presidente da Caixa Econômica Federal Maria Fernanda Ramos Coelho Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Publicado em 21 de junho de 2020 - 15:25

Por

Maria Fernanda Coelho, ex-presidente da Caixa Econômica Federal Federal (CEF), fez severas críticas a Bolsonaro numa entrevista recente. Ela atuou na gestão do PT, e foi a primeira mulher a dirigir a instituição desde que a mesma foi criada (1861). Sua atuação compreendeu o período de 2006 a 2011.

A antiga gestora conversou com a Fenae (Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal) há poucos dias. Maria Fernanda Coelho se disse a favor do “Fora Bolsonaro”. Ela explicou: “No Brasil, hoje, há uma luta que é maior e mais abrangente. Isso requer o envolvimento de todos que acreditam na democracia e na justiça social. Trata-se do Fora Bolsonaro, por tudo de nefasto que sua gestão representa. O presidente da República se mostrou inimigo do povo brasileiro”.

Maria Fernanda Coelho citou ainda que o presidente da república deseja mexer nos recursos da CEF e, em seguida, privatizá-lo. Ela não aprofundou o tema nem apresentou maiores argumentos nesse sentido. Contudo, acrescentou que a CEF tem papel estratégico na minoração das desigualdades sociais brasileiras. Por tal motivo, o banco precisa continuar 100% público.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com