Pedido

Vereador Jayme Asfora protocola CPI na Câmara do Recife para investigar Geraldo Julio

O pedido feito por Asfora (Cidadania) pretende apurar denúncias de irregularidades na compra de equipamentos hospitalares pela Prefeitura do Recife.

O vereador Jayme Asfora (Cidadania) protocolou na Câmara do Recife um pedido de uma CPI para investigar irregularidades nos contratos na compra de equipamentos hospitalares feita pela Prefeitura do Recife durante a pandemia do coronavírus. A CPI precisa passar por votação para ser aprovada.

Segundo Jayme Asfora, as irregularidades dos contratos sem licitação somam R$ 480 milhões aos cofres do Recife. P parlamentar também cita outro caso o qual envolve um custo de R$ 81 milhões em cerca de 14 contratos feitos com a FBS Saúde Brasil Comércio de Materiais Médicos Eireli, empresa a qual foi alvo recente de investigação da Polícia Federal.

“A operação da PF foi feita a pedido do MPF e contou com apoio da Controladoria Geral da União. Segundo os órgãos de controle, chamou a atenção o fato de a empresa ter um capital social de R$ 500 mil e apenas um funcionário registrado. As apurações dos referidos órgãos indicam que outras pessoas podem ser os reais proprietários. Segundo a PF, está sendo apurado se foram cometidos crimes como dispensa indevida de licitação, desvio de recursos públicos e falsidade ideológica através do uso de laranjas como falsos sócios da empresa”, disse Jayme Asfora.

 

Para que tenha aprovação, a CPI precisa de ao menos 13 dos 39 vereadores do Recife.

“A administração de Geraldo Julio tem sido, reiteradamente, alvo de operações de busca e apreensão pela Polícia Federal que investiga uma série de contratos assinados nesse período e que estão eivados de vícios e indícios do cometimento de crimes – o que mostra os prejuízos que essas compras, serviços e obras, podem estar causando ao erário público da capital”, afirmou Asfora.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal