Prisão

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz é preso em São Paulo

Queiroz é investigado por suposta participação em esquema de ‘rachadinha’ na Alerj.

Foi preso na manhã desta quinta-feira (18), o policial militar aposentado e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, em Atibaia, interior de São Paulo. A prisão foi executada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

No momento da prisão, Queiroz estava em um imóvel de Frederick Wasseff, advogado de Flávio Bolsonaro. Ele foi levado à unidade da Polícia Civil na capital paulista, onde deverá fazer exame de corpo de delito.

A prisão de Queiroz faz parte do desdobramento da investigação que apura suposto esquema de ‘rachadinha’ na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A operação de hoje, chamada de Operação Anjo, cumpre ainda outras medidas cautelares sob ordem da Justiça relacionadas ao mesmo esquema.

Além de Queiroz, o MPRJ conseguiu executar, através da Justiça, medidas cautelares contra outros suspeitos de envolvimento no esquema. São eles: o servidor da ALERJ Matheus Azeredo Coutinho, os ex-funcionários Luiza Paes Souza e Alessandra Esteve Martins e o advogado Luis Gustavo Botto Maia.

Entenda o caso Queiroz:

Desde 2018, Fabrício Queiroz vem sendo investigado depois que o então Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Identificou movimentações suspeitas de R$ 1,2 milhão em 2016 e 2017. A Coaf apresentou essas transações por meio de um relatório que foi usado na investigação. Além de Queiroz, o relatório aponta operações financeiras suspeitas de 74 servidores da Alerj.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal