Defesa

Em nota, Beto Accioly afirma que ação da PF não tem qualquer relação direta com ele

O candidato a prefeito de Camaragibe se tornou um dos alvos da Operação Casa de Papel, deflagrada pela Polícia Federal, que investiga contratações superfaturadas em Recife, Olinda, Paulista e Cabo de Santo Agostinho.

O ex-deputado estadual e pré candidato a prefeito de Camaragibe, se pronunciou, por meio de nota, sobre as investigações da Polícia Federal que o tornou alvo da Operação Casa de Papel, deflagrada ontem (16). A operação busca apurar irregularidades na compra emergencial de materiais hospitalares no combate ao coronavírus.

Os policiais foram até Aldeia, onde mora Beto Accioly para o cumprimento da ordem de busca e apreensão. Segundo Accioly, a ação da PF em sua residência não possui nenhuma relação diretamente com ele. O político defendeu a investigação e disse lamentar que políticos de oposição estejam explorando o fato “inventando mentiras descabidas”. Leia a nota abaixo:

Venho a público esclarecer que a ação realizada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira na minha residência não possui qualquer relação com atos praticados por mim. O que existe é uma investigação em curso que apura suspeita de contratações superfaturas realizadas pelas prefeituras do Recife, Olinda, Paulista e Cabo de Santo Agostinho.

Cabe destacar que não possuo qualquer relação com a empresa nem com as prefeituras investigadas. Em 14 anos de vida pública, meu trabalho sempre se pautou pela responsabilidade e respeito ao erário público.

Manifesto total respeito e confiança no trabalho das autoridades competentes para esclarecimento dos fatos, que é de total interesse meu e de toda a população.

Lamento que adversários políticos explorem o fato inventando mentiras descabidas, distorcendo a realidade para me atingir com o único propósito de afetar minha reputação às vésperas da eleição e prejudicar a pré-candidatura a prefeito de Camaragibe.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal