Tratamento

Diagnosticado com Covid-19, Bruno Covas diz estar tomando azitromicina

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de São Paulo anunciou que faz uso do remédio o qual é combinado com a hidroxicloroquina. Político lamentou a politização do medicamento.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recém diagnosticado com a Covid-19, anunciou por meio das redes sociais nesta segunda-feira (15), que está fazendo uso do antibiótico azitromicina, cuja medicação é combinada com a hidroxicloroquina e super defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Ao comunicar sobre o tratamento, Covas salientou que o remédio foi prescrito pelo médio. Também no vídeo, ele disse que a cloroquina não se trata de ser de “esquerda ou de direita” e lamentou a politização da substância.

“Em nome da transparência que entendo necessária quando um político adoece, esclareço que estou tomando o medicamento prescrito pelo meu médico: Azitromicina. Remédio não é de esquerda ou de direita. Lamento que alguns queiram politizar a escolha do medicamento. Faça como eu: Só tome o remédio que o seu médico prescreveu para você!”, explicou na descrição do vídeo.

O prefeito tranquilizou as pessoas, dizendo sentir-se bem, sem dor e sem febre. Covas tem trabalhado em home office, tendo realizado reuniões online.

“Sigo sem dor, sem febre, sem falta de ar. Falei com o meu médico e a orientação é ficar dentro de casa isolado “, disse o prefeito.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal