Artigo

Artigo: Oposição é condenada por insistir em gabinete do ódio e campanha antecipada

A oposição se engajou numa campanha para promover desunião e iniciar um debate fantasioso em torno de pesquisas falsas, tirando o foco do combate à disseminação do novo coronavírus no município.

Por Yanez Freitas 

A covardia é a única ação que os fracos conhecem. Como todos devem saber, setores de oposição seguem lançando mão da covardia como prática política num momento tão crítico de nossa história. Há pouco tempo, passou a ser espalhado pelo já conhecido Gabinete do Ódio do Cabo que uma suposta pesquisa eleitoral apontava que o prefeito Lula Cabral tinha 82% de rejeição.

A irresponsabilidade é a marca do oposicionismo cabense e já demonstramos isso de forma clara em outra oportunidade. Não bastando difundir fake news a respeito do combate à pandemia, espalhar medo entre os cidadãos, ferir a honra de vereadores que não estão ao lado deles e expor profissionais de saúde e pacientes enquanto se promoviam em porta de hospital, agora apostam na antecipação das próximas eleições municipais. Querem, a todo custo, erguer palanques e promover instabilidade num momento crítico. Como se sabe, não há sequer a cerrada de que se realizarão eleições nesse ano, nem tampouco o modo como serão organizadas. Há inúmeras dúvidas surgidas pelas condições impostas pela pandemia. Contudo, nada disso importa para uma oposição em decadência, desesperada para voltar ao poder.

O mentiroso, quando é descoberto, fica bravo e se faz de vítima. Após serem punidos via liminar pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, fizeram uma nota desesperada. Eles sabem que a base deles está desaparecendo. Como vimos nas últimas semanas, os nomes competentes e compromissados com o povo que existem na oposição estão reconhecendo a excelência da gestão de Lula Cabral e se unindo a ela.

Não podemos ser refém de quem dissemina boataria e caos. Tentam se vender como paladinos da ética, chamando atenção para operações inconclusivas da Polícia Federal, as quais estão sendo praxe em todo o Estado de Pernambuco e não deram e nem darão nenhum indício de corrupção. Um desses políticos desesperados está confiante de que a população já se esqueceu de sua condenação por improbidade administrativa por sua desastrosa gestão no Cabo de Santo Agostinho. As operações, como as que houveram hoje de manhã, nada encontraram. Estão em fase inicial, não há nenhuma razão para alarde, senão para tentar se promover eleitoralmente em cima de suposições e mentiras.

É urgente que o povo cabense permaneça unido. Não podemos permitir que as contendas promovidas por quem vive de disseminar ódio é mentira atrapalhe o desenvolvimento em curso em nosso município. As ações de combate à pandemia estão acontecendo ao nosso redor: hospitais de campanha, intensificação nas testagens, disponibilização de EPIs e novas obras concluídas em todos os cantos da cidade. O Cabo não vai parar pela discórdia que alguns querem semear. Lembremos das palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo: “toda cidade dividida contra si mesma não subsistirá” (S. Mateus 12:25).

O artigo é de autoria de Yanez Freitas.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal