Crítica

“Pressão fez governo Bolsonaro cancelar barbeiragem orçamentária”, diz João Campos

Contra portaria que retirava R$ 83,9 milhões do Bolsa Família, o deputado entrou com denúncia no MPF e projeto na Câmara dos Deputados

“Pressão fez governo Bolsonaro cancelar barbeiragem orçamentária”, diz João Campos

Câmara dos Deputados/ Imagem: Rodolfo Loepert

Publicado em 9 de junho de 2020 - 19:00

Por

O deputado federal João Campos (PSB-PE) comemorou o recuo do governo Bolsonaro em relação à portaria que retirava R$ 83,9 milhões do programa Bolsa Família para destinar ao setor de comunicação institucional da gestão (propaganda). Na semana passada, ao saber deste remanejamento, o parlamentar entrou com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) denunciando a medida e protocolou um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) na Câmara dos Deputados para sustá-la com urgência.

“Vitória do povo brasileiro! O governo Bolsonaro revogou a medida que retirava R$ 83,9 milhões do Bolsa Família e destinava para o setor de propaganda da sua gestão. Surtiram efeito a pressão da sociedade, das instituições e ações como a nossa de entrar com uma denúncia no MPF e um projeto na Câmara dos Deputados para suspender essa verdadeira barbeiragem orçamentária. Se os recursos para o Bolsa Família não estavam sendo usados em sua totalidade porque boa parte dos beneficiários está no auxílio emergencial, eles deveriam ser redirecionados para outras ações sociais prioritárias no combate à #covid19”, afirmou João Campos.

Segundo o socialista, o dinheiro nunca deveria ter sido remanejado para a propaganda de um governo, algo que não é prioritário principalmente em meio à pandemia. “É bom lembrar que o governo Bolsonaro já vem castigando o Bolsa Família há tempos e hoje o programa conta com uma fila de espera de 433 mil pessoas elegíveis pra receber o benefício”, concluiu.

*Credito da foto: Rodolfo Loepert*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com