Baile funk

Após o STF proibir operações policiais em comunidades no Rio, bailes funk voltam a acontecer causando aglomerações

No último final de semana, as festas voltaram com força e se tornaram um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Após o STF proibir operações policiais em comunidades no Rio, bailes funk voltam a acontecer causando aglomerações

Gabriela Doria - 08/06/2020 17h04 | atualizado em 08/06/2020 17h08 Baile do Egito, no Morro do Chapadão, na Zona Norte do Rio Foto: Reprodução

Publicado em 9 de junho de 2020 - 10:24

Por

Mesmo com a orientação de isolamento social, os bailes funk mais frequentados em algumas comunidades do Rio de Janeiro voltaram “com força” no último final de semana. O retorno das festas ocorre após o Supremo Tribunal Federal (STF) mandar suspender as operações policiais nas favelas durante a pandemia do coronavírus.

Um famoso baile funk chamado de “Baile do Egito”, no Morro do Chapadão, na Zona Norte do Rio, só teve fim na manhã de ontem (8), causando aglomeração de pessoas no lugar.

A medida de isolamento determinada pelo governador Wilson Witzel e acatada pelo prefeito do Rio Marcelo Crivella  não inclui a não realização dos bailes funk. A presença dos policiais nos locais onde são realizadas as festas impediam que os eventos. Contudo, com a decisão do ministro Edson Fachin do SFT, organizadores das festas se sentiram “à vontade” para fazê-las.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com