Entrega

Presidente inaugura Hospital de Campanha em Goiás para pacientes com Covid-19

A unidade será mantida pelo governo de Goiás, que custeará insumos e equipe, e vai atender a demanda de pelo menos sete municípios goianos localizados na região chamada de entorno do Distrito Federal, com população estimada de 1,2 milhão de habitantes. 

Presidente inaugura Hospital de Campanha em Goiás para pacientes com Covid-19

Presidente Jair Bolsonaro em hospital de campanha. Foto: Alan Santos/PR

Publicado em 5 de junho de 2020 - 23:28

Por

O  presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, nesta sexta-feira (5), da inauguração do primeiro hospital de campanha construído pelo Governo Federal para atender pacientes com Covid-19. A unidade fica em Águas Lindas de Goiás (GO).

O hospital será mantido pelo governo de Goiás, que custeará insumos e equipe, e vai atender a demanda de pelo menos sete municípios goianos localizados na região chamada de entorno do Distrito Federal, com população estimada de 1,2 milhão de habitantes.

Com cinco mil metros quadrados, o hospital de campanha tem 200 leitos de internação. Inicialmente, serão utilizados 60 leitos, sendo 50 de enfermaria e dez de Unidade de Terapia Intensiva, de acordo com a secretaria de saúde de Águas Lindas de Goiás. Os demais serão disponibilizados de acordo com a necessidade.

O hospital conta ainda com tomógrafo computadorizado e laboratório para realização de exames, refeitório e alojamento para os profissionais de saúde.  O investimento do Governo Federal na obra foi de R$ 10,5 milhões.

Profissionais treinados

De acordo com a Secretaria de Saúde do município, a equipe que vai atender a população no hospital de campanha de Águas Linda de Goiás será formada por 263 colaboradores diretos, entre eles 45 médicos, 85 enfermeiros e técnicos em enfermagem, 23 fisioterapeutas, além de farmacêuticos, psicólogos nutricionistas.

Antes de iniciar o atendimento, os profissionais receberam capacitação para atuar no tratamento e combate ao novo coronavírus.

O acordo de cooperação entre os governos federal e de Goiás prevê o funcionamento da unidade por quatro meses.

Impactos da Pandemia

Ao discursar na cerimônia de inauguração, Bolsonaro falou sobre os impactos da pandemia do novo coronavírus no País e disse que o Governo Federal trabalha para reduzir as consequências. Ele citou o desemprego provocado pela doença.

“O Governo Federal, apesar dessa pandemia que atingiu o mundo todo, vem trabalhando arduamente para buscar soluções, fazer com que a economia volte a girar o mais rápido possível. Sabemos que 38 milhões de informais tiveram sua renda reduzida a quase zero. Também o pessoal formal, com carteira de trabalho, uma parte considerável, não precisamos o número ainda, mas perderam seu emprego, outros tiveram que renegociar uma redução salário”, declarou.

Bolsonaro ainda afirmou que o desemprego só não foi maior porque o Governo Federal anunciou medidas emergenciais para manter o emprego e a renda e auxiliar as empresas.

O presidente falou ainda sobre as consequências sociais provocadas pela pandemia e disse esperar que a economia se recupere rapidamente.

“A taxa de desemprego cresce, quando ela cresce, a violência também aumenta. Tem aumentado com a questão do isolamento a violência doméstica. Questões que tem a ver com a saúde e com o bem-estar do cidadão. Então, a gente espera que essa questão do vírus, se Deus quiser, se atenue rapidamente de forma que o comércio volte a funcionar e o efeito colateral do combate a pandemia não seja mais danoso que o vírus em si”.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com