Declaração

Depois de Geraldo Julio, Paulo Câmara fala sobre a morte do menino Miguel

A manifestação de solidariedade aconteceu dois dias após a morte da criança em um prédio de luxo do Recife.

Depois de Geraldo Julio, Paulo Câmara fala sobre a morte do menino Miguel

Governador Paulo Câmara durante videoconferencia com prefeitos. Foto: Hélia Scheppa/SEI

Publicado em 5 de junho de 2020 - 13:18

Por

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), dois dias depois da morte do menino Miguel, de 5 anos, na última terça-feira (2), após queda do novo andar de um dos prédios de um edifício de luxo no Centro do Recife, prestou solidariedade a família. Em sua conta no Twitter, o chefe do Executivo estadual classificou o fato como trágico e afirmou estar triste e comovido com o fato.
“A morte do pequeno Miguel Otávio, trágica perda para a família, consterna a todos nós. Estamos tristes e comovidos, neste momento de luta pelo respeito à vida”, escreveu.
O mandatário continuo a sequência informando que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos está a disposição da família para qualquer necessidade, alem de acompanhar, de perto, o andamento do caso. “Investigação e esclarecimento devem acontecer no prazo mais breve possível”, finalizou.

Pouco antes, o Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), depois da grande repercussão nas redes sociais havia escrito na mesma rede social:
“Toda a minha solidariedade à mãe e à família de Miguel, recifenses moradores do Barro, pela dor de uma perda irreparável”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com