Terrorismo

Em crítica aos manifestantes, Bolsonaro diz que quem “queima bandeira nacional é terrorista”

Através do Twitter, presidente reforçou posicionamento contra os recentes protestos antifascistas.

Em crítica aos manifestantes, Bolsonaro diz que quem “queima bandeira nacional é terrorista”

Presidente Bolsonaro em ato organizado por apoiadores do governo./ Foto: Evaristo Sá

Publicado em 4 de junho de 2020 - 10:36

Por

O presidente Jair Bolsonaro usou a conta do Twitter para reforçar posicionamento contrário às recentes manifestações antifascistas ocorridas no Brasil, motivadas por intensos protestos nos Estados Unidos. Para mandatário, promover o caos e queima da bandeira nacional são atos “terroristas”.

“Quem promove o caos, queima a bandeira nacional e usa da violência como uma forma de ‘protestar’ é terrorista sim! Manifestante, contra ou a favor do governo, é outra coisa”, declarou.

Os movimentos chamados de “ANTIFA” já haviam sido criticados pelo presidente. Bolsonaro os chamou de “marginais”.

“Começou aqui com os ‘antifas’ em campo. São marginais, terroristas, no meu entender. Eles têm ameaçado, no domingo, fazer movimentos pelo Brasil, em especial aqui no Distrito Federal”, disse.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com