Contra

Mendonça diz que a proposta de reabertura econômica em Pernambuco é desastrosa

O ex-ministro criticou o plano estratégico de reabertura da economia do governador Paulo Câmara e cobrou transparência.

Mendonça diz que a proposta de reabertura econômica em Pernambuco é desastrosa

Ex-ministro Mendonça Filho/ Foto: Beto Dantas

Publicado em 3 de junho de 2020 - 15:40

Por

O ex-ministro Mendonça Filho cobrou do Governo Paulo Câmara um plano estratégico de reabertura da economia com transparência, diálogo com os segmentos produtivos e garantia de atendimento aos pacientes da covid _19.

“Do mesmo jeito que o lockdown foi um fracasso, a reabertura anunciada deixa a desejar até como plano de convivência. A gestão da pandemia em Pernambuco e no Recife é um constante bate cabeça. Na economia as medidas são atabalhoadas, sem planejamento e sem diálogo com os setores produtivos. Na saúde os números não batem. A propaganda diz uma coisa, a realidade mostra mais de 200 leitos de UTI fechados só no Recife por falta de equipamentos”, criticou.

Mendonça diz que a insatisfação geral com a reabertura, mostra que o Governo do Estado continua sem olhar para o setor produtivo com a importância que deve ter quem gera emprego, renda e arrecadação para o setor público.

“A gestão da pandemia colocou mais luz sobre a visão antiempresarial do governo socialista, que dificulta o tempo todo a vida de quem empreende. A crise é gravíssima com o comércio quebrado, a construção civil e as atividades de serviço paradas. Ao invés de apresentar um plano estratégico para voltarmos a gerar emprego e renda, o Governo lança medidas para inglês ver, totalmente desconectada da realidade de cada setor” afirmou.

O ex-ministro alertou que se o Governo Paulo Câmara continuar sem dialogar com os setores produtivos, com os prefeitos e com a sociedade para uma reabertura que atenda a peculiaridade de cada atividade, Pernambuco e o Recife continuarão liderando o ranking do desemprego no Brasil.

“As medidas de reabertura para setores como construção civil e shopping center, que empregam milhares de pessoas, demonstram claramente que o Governo não está preocupado com a retomada da economia e sim em criar uma cortina de fumaça para tirar o foco da gestão desastrosa na saúde e das inúmeras denúncias investigadas por órgãos de controle e fiscalização”, afirmou, ressaltando que a Prefeitura do Recife e do Governo precisam admitir que o colapso do sistema de saúde para atender pacientes da covid_19 é causado pela má gestão.

“Inauguraram hospitais de campanha que continuam com leitos e UTIs fechadas”, lembrou.

A reabertura da economia será tema da live que Mendonça Filho faz hoje, às 18h, no seu Instagran com o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. O prefeito tem defendido um plano de reabertura econômica regionalizado para atender as peculiares da economia de cada região.

“Miguel Coelho é um exemplo de gestão na pandemia. Planejou e está executando seu plano de reabertura. Petrolina está fazendo bem feito. Por que Recife e Pernambuco não podem fazer? Falta gestão, visão estratégica e compromisso com o nosso desenvolvimento econômico”, disse. Segundo Mendonça, a situação não é mais dramática por causa do apoio dado pelo Governo Federal com medidas como o auxílio emergencial e o suporte para pagamento de salários dos empregados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com