Cabo

Procon do Cabo faz fiscalização do preço do Hidroxicloroquina e Azitromicina nas farmácias

Oito farmácias localizadas no centro do Cabo foram notificadas. A fiscalização terá continuidade durante esta semana.

Na manhã desta terça-feira (26), o Procon do Cabo de Santo Agostinho realizou uma fiscalização em farmácias da cidade para averiguar os preços praticados na venda do Hidroxicloroquina 400 mg e Azitromicina de 500 mg e 1000 mg – medicamentos que estão entre os prescritos para o tratamento da Covid-19.

De acordo com o advogado do Procon Cabo, Marcelo Soares, o órgão recebeu várias denúncias de pessoas que adquiriram as medicações, informando que as farmácias estariam realizando preços abusivos.

“Estamos notificando as farmácias para que apresentem nota fiscal de compra referente ao mês de fevereiro. Eles também devem apresentar, pelo menos, dois cupons fiscais de venda ao consumidor, além de nota fiscal de maio, da compra dos remédios e cupons de venda”, ressaltou o advogado.

Procon Cabo, Procon do Cabo faz fiscalização do preço do Hidroxicloroquina e Azitromicina nas farmácias
Procon Cabo atua nas farmácias/ Foto: Divulgação

Marcelo explica que, ainda que a Hidroxicloroquina e a Cloroquina não tenham um entendimento pacífico entre as autoridades em Saúde e Governo, muita gente fez uso do remédio por indicação médica, no tratamento da Covid-19.

Os responsáveis pelas farmácias terão cinco dias uteis para apresentar as notas. O Procon Cabo vai analisar se houve aumento abusivo por parte do fornecedor ou do estabelecimento. Caso seja confirmada a denúncia em alguma das farmácias, ela será multada.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com