Reunião

Bolsonaro chama Witzel de ‘estrume’ e Doria de ‘bosta’, em vídeo de reunião ministerial

Governadores do Rio de Janeiro e São Paulo foram criticados na fala do presidente que também disparou contra o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Bolsonaro chama Witzel de ‘estrume’ e Doria de ‘bosta’, em vídeo de reunião ministerial

Jair Bolsonaro, Doria e Witzel. Foto: Montagem/Divulgação

Publicado em 23 de maio de 2020 - 20:12

Por

Ainda rende e muito o conteúdo da reunião ministerial do dia 22 de abril, acreditando na preservação do sigilo do encontro com seus ministros, Bolsonaro chama em determinado momento o governador de São Paulo João Doria de “bosta”, e o governador do Rio de Janeiro Witzel de “estrume”. O contexto das afirmações é a pandemia do novo Coronavírus no mundo.

Bolsonaro declarou: “O que os caras querem é a nossa hemorroida! É a nossa liberdade! Isso é uma verdade. O que esses caras fizeram com o vírus, esse bosta desse governador de São Paulo, esse estrume do Rio de Janeiro, entre outros, é exatamente isso”.

O presidente ainda teceu críticas contra Arthur Virgílio, prefeito de Manaus. Ele afirmou:

“Aproveitaram o vírus, tá um bosta de um prefeito lá de Manaus [Arthur Virgílio] agora, abrindo covas coletivas. Um bosta. Que quem não conhece a história dele, procura conhecer, que eu conheci dentro da Câmara, com ele do meu lado!”.

Os três estados citados estão nos primeiros lugares no ranking de número de pessoas infectadas pela Covid-19.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com