Abreu e Lima

Cidade de Abreu e Lima relembra os 38 anos de Emancipação Política da cidade

A data também foi marcada pela Mostra de Arte Urbana de Abreu e Lima – Mural, trabalho de grafitagem de artistas abreulimenses na área externa do Conjunto Residencial Fábio Correa, no bairro do Desterro.

Cidade de Abreu e Lima relembra os 38 anos de Emancipação Política da cidade

Prefeito Marcos José no monumento dedicado aos generais Abreu e Lima e Simon Bolívar. Foto: Divulgação

Publicado em 14 de maio de 2020 - 22:36

Por

A data de aniversário da emancipação política de Abreu e Lima, em 14 de maio, sempre foi comemorada com muita festa: alvorada com fogos de artifícios, corte do bolo na Praça São José, cerimônia de hasteamento da bandeira e banda tocando o Hino Cívico da cidade. Neste ano, porém, por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19), que obrigou a população ao isolamento social, a comemoração foi discreta.

Nesta manhã, o prefeito Marcos José, acompanhado dos secretários Rafael Monteiro (Justiça e Desenvolvimento Econômico) e Wellington Tiago (Turismo e Cultura), colocou uma coroa de flores no monumento dedicado aos generais Abreu e Lima e Simon Bolívar e hasteou a bandeira do município a meio-haste, numa alusão aos munícipes que foram mortos por conta da pandemia.

A data também foi marcada pela Mostra de Arte Urbana de Abreu e Lima – Mural, trabalho de grafitagem de artistas abreulimenses na área externa do Conjunto Residencial Fábio Correa, no bairro do Desterro.

Mural, trabalho de grafitagem de artistas abreulimenses na área externa do Conjunto Residencial Fábio Correa, no bairro do Desterro.

Mural, trabalho de grafitagem de artistas abreulimenses na área externa do Conjunto Residencial Fábio Correa, no bairro do Desterro. Foto: Divulgação

A comemoração ainda teve à noite transmissão da Missa de Ações e Graças na Matriz de São José, celebrada pelo padre Manoel Marques e culto realizado pelo pastor Jesiel Andrade, da Primeira Igreja Batista de Abreu e Lima, em sua residência.

“Apesar do momento difícil que estamos atravessando, com a população isolada por causa da pandemia do coronavírus, não poderíamos deixar de lembrar essa data especial no calendário da nossa cidade, que foi a sua emancipação, tornando-se município autônomo. Abreu e Lima está nas mãos de Deus”, afirmou o prefeito Marcos José.

Da redação do Portal com informações da prefeitura da cidade.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com