Lei Seca

Governo do Piauí anuncia “Lei Seca” e proíbe venda de bebida alcoólica

Wellington Dias (PT) anunciou que novas regras valem para sexta (15), sábado (16) e domingo (17).

Governo do Piauí anuncia “Lei Seca” e proíbe venda de bebida alcoólica

Governador do Piuaí, Wellington Dias (PT). Foto: Reprodução/TV Clube-PI

Publicado em 13 de maio de 2020 - 22:09

Por

Segundo o governador Wellington Dias (PT), a decisão é para barrar crescimentos de casos de coronavírus: ‘Não queremos o colapso’ disse o governador.

Wellington explicou que com a proibição  na venda de bebida no Piauí deve reduzir a quantidade de acidentes, que têm lotado as UTIs dos hospitais. “Bares que vendem (bebida alcoólica), pessoas que se aglomeram, que estavam transitando bêbadas, acidentes de trânsito que entopem as UTIs de saúde. Nesse caso, será tratado como crime. Isso nós vamos coibir”, argumentou o governador, sobre os motivos de decretar a lei seca no período.

Além da ‘lei seca’, Wellington Dias citou outras medidas mais rígidas que começam a valer a partir de sexta-feira, dia 15 de maio, e valem até o domingo, dia 17. “Vão na condição de melhorar o isolamento social. Objetivo é não propagar o coronavírus”, explicou o governador. São elas:

Suspensão, interrupção, do transporte intermunicipal: vans e ônibus estão proibidos de circularem nas rodovias do Piauí durante sexta, sábado e domingo.

Postos de gasolina, supermercados, padarias e serviços de delivery abrem sexta e no sábado. No domingo, ficam fechados.

Farmácias: funcionam na sexta, sábado e domingo.

Serviços de borracharias com regras de higiene e funcionamento apenas na sexta e no sábado.

Bancos e lotéricas fechados.

Obras de construção civil, exceto emergenciais, paradas.

Barreiras nas divisas com regra de quarentena. Quem vier de outro estado ao Piauí, terá que ficar em isolamento, acompanhado por órgãos de saúde, e fazer testes de Covid-19.

Fonte: G1

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com