Saque indevido

Militares são investigados por receberem auxílio emergencial de R$ 600 de forma irregular

Ministério da Defesa abriu um inquérito para apurar recebimento indevido do benefício. Número de militares envolvidos não foi divulgado pelo órgão.

Militares são investigados por receberem auxílio emergencial de R$ 600 de forma irregular

Cerca de 3,9 milhões de pessoas recebem hoje (9). Foto: Reprodução/Internet

Publicado em 12 de maio de 2020 - 09:49

Por

O Ministério da Defesa identificou que militares receberam, de forma irregular, o auxílio emergencial de R$ 600, benefício destinado aos trabalhadores informais durante a pandemia do coronavírus. A pasta informou por meio de nota que a lista dos dos nomes envolvidos é composta por militares da ativa, da reserva, reformados, pensionistas e anistiados.

“O Ministério da Defesa informa que foi identificada, com o apoio do Ministério da Cidadania, a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal no período de enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus, por integrantes da folha de pagamentos deste Ministério”, disse a Defesa na nota.

“A referida folha de pagamentos é composta por militares da ativa, da reserva, reformados, pensionistas e anistiados”. “Já estão sendo adotadas todas as medidas necessárias à rigorosa apuração do ocorrido, visando identificar se houve valores recebidos indevidamente, de modo a permitir a restituição ao erário e as demais considerações de ordem administrativo-disciplinar, como necessário”, acrescentou a pasta.

Os saques irregulares por parte dos militares ocorrem enquanto cerca de 17 milhões de cidadãos estão em situação de análise. O número de militares envolvidos não foi divulgado pela pasta.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com