Paulista

Em Paulista, Hospital de Campanha para tratar de pessoas com Covid-19 é inaugurado

A unidade de saúde montada no bairro do Nobre, conta com uma estrutura de ponta, onde são disponibilizados 60 leitos de retaguarda para acolher preferencialmente os moradores da cidade.

Em Paulista, Hospital de Campanha para tratar de pessoas com Covid-19 é inaugurado

Hospital de campanha na cidade do Paulista. Foto: Divulgação

Publicado em 11 de maio de 2020 - 22:12

Por

A Prefeitura do Paulista inaugurou de forma remota, nesta segunda-feira (11), o primeiro Hospital de Campanha do município que vai atender e tratar de pessoas diagnosticadas com a Covid-19. A unidade de saúde montada no bairro do Nobre, conta com uma estrutura de ponta, onde são disponibilizados 60 leitos de retaguarda para acolher preferencialmente os moradores da cidade.

“Na verdade, hoje é um dia muito importante, onde o prefeito Junior Matuto e toda a sua equipe da Saúde estão entregando à população um ‘Hospital de Campanha’ que vai acolher e tratar pessoas do nosso município diagnosticadas com a Covid-19. É importante continuar reforçando, neste momento, o pedido de que as pessoas permaneçam em casa, porque o isolamento social continua sendo a principal arma contra a propagação do vírus”, afirmou Francisco Padilha, coordenador da frente de combate ao coronavírus no Paulista. 

Hospital de campanha na cidade do Paulista.

Hospital de campanha na cidade do Paulista. Foto: Divulgação

No Hospital estarão trabalhando médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas respiratórios, nutricionistas, além de outros profissionais da saúde escolhidos através de duas seleções simplificadas realizadas pelo município. O vínculo desses profissionais com a prefeitura será de seis meses ou enquanto durar a pandemia do novo Coronavírus.

“A expectativa da gente é de que com o hospital seja possível fazer um atendimento de qualidade, humanizado, com toda a assistência necessária que uma pessoa infectada pelo novo coronavírus necessita. Para entrar aqui, o paciente terá que estar de ambulância, se enquadrar no perfil do hospital e estar regulado”, afirmou Maria Clara Rodrigues, sec. executiva de Saúde do Paulista.

O Hospital de Campanha do Paulista custou R$ 2,5 milhões de reais, sendo 2 milhões oriundos do Ministério da Saúde (recurso federal), e o outro montante injetado pela própria Prefeitura. Nem o prefeito Junior Matuto, nem a secretária de Saúde do município Fabiana Bernard participaram da inauguração do Hospital de Campanha por estarem cumprindo medidas de distanciamento social.  Durante a última semana, a secretária apresentou sintomas da Covid-19, realizou o teste e está esperando o resultado. O prefeito está acompanhando e dando a devida assistência a ela. 

Da redação do Portal com informações da Secom

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com