Retomada

Parceria entre Prefeitura do Recife e Porto Digital propõe retomada da economia

Iniciativa foi anunciada nesta terça-feira (28) pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio.

Parceria entre Prefeitura do Recife e Porto Digital propõe retomada da economia

Prefeito do Recife Geraldo Júlio. Foto: Andréa Rego Barros

Publicado em 28 de abril de 2020 - 12:23

Por

A Prefeitura do Recife e o Porto Digital vão iniciar um trabalho conjunto para planejar a retomada gradual das atividades da cidade interrompidas como medida sanitária necessária devido à pandemia da covid-19. O parque tecnológico será responsável por consolidar e analisar uma grande base de dados com informações relevantes para esse processo, como o índice de isolamento, a quantidade de casos e a capacidade do sistema de saúde, por exemplo. Tudo isso utilizando econometria, previsão de cenários futuros, inteligência artificial, entre outros métodos de estudo.

“Encomendamos ao Porto Digital a criação de um grande banco de dados, reunindo informações sobre a dinâmica de funcionamento da cidade, dos serviços, comércio, escolas, para auxiliar nessas decisões que precisarão ser tomadas no futuro. Um esforço que se soma ao trabalho que o Governo do Estado também já anunciou nesse sentido. Essa retomada da vida social exige estudos cuidadosos. É preciso equilibrar a volta da geração de renda e do crescimento econômico com a segurança e a vida da população. Mortes jamais podem ser relativizadas. São pessoas, são famílias desfeitas. Perdas definitivas, que precisamos evitar”, afirmou o prefeito Geraldo Julio, em transmissão ao vivo, realizada na manhã desta terça-feira.

Prefeito do Recife Geraldo Júlio.

Prefeito do Recife Geraldo Júlio. Foto: Andréa Rego Barros

A ideia é que, utilizando o embasamento técnico-científico a partir dessa parceria, as ações de retomada ocorram com segurança sanitária e potencializando os resultados. Mas colocando sempre em primeiro lugar a proteção da vida das pessoas. Os trabalhos seguem inicialmente até o final do ano, com níveis da retomada sendo implementados assim que a cidade atingir critérios estabelecido de saúde e potencialidade econômica e social.

Um grupo de profissionais e pesquisadores será escalado para gerir os trabalhos técnicos, sob liderança de Pablo Cerdeira, conselheiro do CESAR e professor da Fundação Getúlio Vargas e André Magalhães, professor do departamento de Economia da UFPE. Também fazem parte do projeto Pierre Lucena, presidente do Porto Digital, e Silvio Meira, presidente do conselho do Porto Digital. Além disso, a prefeitura fará contato com os diversos segmentos econômicos, através de seus representantes, para colher informações e sugestões para o plano de retomada.

O prefeito Geraldo Julio também informou que especialistas serão convidados para participar dos debates na retomada das atividades. Entre os nomes estão Tânia Bacelar, Francisco Cunha, Jorge Jatobá e João Recena.

Prefeito do Recife Geraldo Júlio.

Prefeito do Recife Geraldo Júlio. Foto: Andréa Rego Barros

“Tudo isso será feito a partir do estudo de dados científicos, através de uma grande base de dados, numa central que será montada no Porto Digital. A ideia é que a gente possa encontrar a melhor forma de retomar as atividades da cidade de forma gradual, usando georeferenciamento e uma base de dados abertos, alimentada com informações da Prefeitura do Recife, para definir, por exemplo, quando e em que bairros será seguro as pessoas saírem de casa, em função da incidência de casos”, diz Pierre Lucena, presidente do Porto Digital.

A Prefeitura do Recife ressalta que, no momento, todas as medidas restritivas já tomadas estão mantidas e são necessárias para o controle da disseminação da doença, enquanto a capacidade de atendimento do sistema de saúde é ampliada, com construção dos hospitais de campanha e abertura de novos leitos.

Secretário de Saúde do Recife, Jailson Corrêa.

Secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. Foto: Andréa Rego Barros

E reforça a necessidade premente do isolamento social. “Todas as curvas de evolução da doença apontam para um mês de maio muito difícil. Esse cenário pode ser amenizado, caso as medidas de isolamento social sejam respeitadas e ampliadas pela população. Quanto menos isolamento, mais rápido chegaremos ao pico da doença e mais avassalador será seu efeito sobre a população, com muitas pessoas adoecendo ao mesmo tempo”, diz o secretário Jailson Correia.

Para mitigar os efeitos socioeconômicos dessas medidas a Prefeitura deu início a uma série de ações e já distribui 2,6 mil toneladas de alimentos para as famílias dos 90 mil alunos da rede municipal de ensino. Outras 118 mil cestas estão sendo distribuídas para a população de baixa renda de modo geral. Além disso, 195 mil quentinhas serão entregues para a população de rua durante a pandemia e 20 vagas de acolhida em isolamento foram criadas para as pessoas dessa população encaminhadas pelo sistema de saúde.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com